Negócios

SUSTENTABILIDADE: O AMBIENTE EM QUE VIVEMOS É A ESSÊNCIA DO NOSSO NEGÓCIO

Um dos aspectos mais importantes quando se fala na arquitetura sustentável em porcelanato, sobretudo nas lastras, é sua capacidade de reproduzir diferentes tipos de materiais.

A extração do mármore agride a natureza e desperdiça 50% do material, por exemplo. Já o porcelanato exige apenas a retirada superficial de suas matérias-primas. Além disso, 99% é reaproveitado.

Transformar argila e rochas em cerâmica através da água e do fogo é o fundamento do nosso processo produtivo.

A matéria-prima é a própria terra, retirada de camadas não profundas e, em sua maioria, em áreas próximas à indústria. A terra é transformada em um pó finíssimo através da força mecânica dos moinhos e da fluidez dada pela água.

A forma das cerâmicas envolve a tecnologia das prensas e a energia do calor nos longos percursos através dos fornos.

A matéria-prima, a água e a energia utilizadas na produção cerâmica são os elementos centrais para causar o menor impacto ambiental possível. Créditos: Portobello.

CERÂMICA: SUSTENTÁVEL PELA PRÓPRIA NATUREZA

Todo o sistema de produção é sustentável, com recuperação após extração, retorno da área à vocação natural, 100% de gás natural nos fornos e secadores e circuito fechado para 100% da água do processo produtivo. 

As cerâmicas não contêm aglomerantes causadores de danos à saúde. Créditos: Portobello.

CERÂMICA: ALTERNATIVA MAIS SUSTENTÁVEL

A evolução do design e da tecnologia possibilitam que a cerâmica e o porcelanato reproduzam materiais como madeira, mármore e outras pedras naturais, com características técnicas mais adequadas para o uso como revestimento e menor impacto ambiental.

Além do mármore, o porcelanato consegue reproduzir qualquer tipo de material encontrado na natureza, como as madeiras. O uso de lastras, que diminui a necessidade de rejuntes, ainda traz novas possibilidades estéticas.

O ambiente é a essência da Portobello. Portanto, a arquitetura sustentável é o pilar que faz a empresa crescer. A matéria-prima, a água e a energia utilizadas no processo de fabricação do porcelanato são os elementos centrais para causar o menor impacto ambiental possível. Menos desperdício e consumo; mais reaproveitamento e tecnologia.

Para isso, a Portobello:

  • recicla, reutiliza ou recupera mais de 99% dos resíduos gerados;
  • utiliza gás natural em 100% dos seus fornos e secadores;
  • faz captação própria e circuito fechado de água;
  • recupera 100% das áreas de extração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.