Mercado

O bom vizinho!

Um dos grandes problemas das construtoras é ao iniciar o processo de construção de um novo empreendimento ter um bom relacionamento com a vizinhança. Algumas construtoras vêm buscando mudar esta realidade, se tornando o bom vizinho, ouvindo a comunidade e contribuindo para a melhoria do espaço público no entorno.

A Viewco, que lançou seu segundo empreendimento residencial – o Clubline São Judas, localizado no bairro da zona sul de São Paulo –, tem um departamento específico para avaliar questões de responsabilidade socioambiental nas regiões do banco de terrenos e futuros projetos da empresa. O modelo de reurbanização do entorno compreende conceitos urbanísticos, como a execução de calçadas verdes com vegetação abundante, iluminação adequada e mobiliário urbano.

A construtora então encomendou a concepção do novo espaço a um escritório de arquitetura e urbanismo e se manteve alinhada com representantes da prefeitura de São Paulo desde a apresentação do projeto até a aprovação final. Nesse meio-tempo, contratou os artistas e líderes comunitários locais Jota e Xandão para assinar um desenho autoral no muro do terreno de 4,4 mil m² onde será erguido o Clubline São Judas. O grafite permanecerá exposto até a entrega do residencial, prevista para daqui a três anos.

Canais de comunicação com a vizinhança

Outra que apostou na aproximação com os vizinhos é a REM Construtora, presente há 30 anos em bairros da zona oeste paulistana, como Perdizes, Pompeia, Água Branca e Vila Romana. A empresa é responsável pela zeladoria da Praça Cornélia desde 2014, quando firmou o primeiro termo de cooperação envolvendo o espaço com a subprefeitura da Lapa.

Já foram investidos em torno de R$ 300 mil em obras de infraestrutura e melhorias no local, como aquisição e instalação de bancos e lixeiras, pintura de guias e sarjetas, plantio de diferentes tipos de grama (esmeralda e amendoim, por exemplo), compra e plantio de vegetações novas e colocação de brita.

Uma novidade é a criação do Departamento de Assistência ao Vizinho, um canal de comunicação direta abrindo diálogo para dúvidas e esclarecimentos, assim como uma abertura para solução de problemas. A empresa entende que a chegada de uma construtora causa realmente impactos aos moradores e acredita ser fundamental este diálogo para a boa convivência.

Rua Jardim

Responsáveis pelo complexo imobiliário Caminhos da Lapa, as incorporadoras Helbor , Tegra e Toledo Ferrari assumiram, em colaboração com o poder público, a reurbanização da rua Fortunato Ferraz, na Vila Anastácio. Com inspiração de projetos internacionais, a via da zona oeste paulistana será transformada na primeira “Rua Jardim”, com canteiro central verde e um passeio de 14,30 metros de largura com jardins, ciclovia, estações de lazer e convivência. No paisagismo estão previstas áreas verdes lineares com 149 árvores de 30 espécies nativas, incluindo jerivás, ipês roxos e amarelos, pau-ferro, palmeira real, chuva-de-ouro e jequitibá-rosa.

As obras de requalificação têm previsão de entrega para 2022 e também devem duplicar mais de mil metros da rua, que hoje conta com uma mão simples, para melhorar o fluxo do trânsito e acesso. “O projeto de requalificação ainda envolve a construção de uma nova galeria pluvial para melhorar a drenagem na região e a instalação de pontos de iluminação”, diz Carlos Kehdi, diretor técnico da Helbor. “Entendemos que essas medidas irão beneficiar não somente os moradores dos projetos integrantes ao Caminhos da Lapa, mas também os vizinhos dos bairros próximos como Vila Anastácio, Lapa e adjacências.”

Boas iniciativas que merecem ser compartilhadas!

Fonte: Estadão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.