Conexões

Conexões presencial é sucesso no C3

No dia 03 de agosto de 2022, o C3 – Clube da Construção Civil, realizou a 21ª edição do evento Conexões, desta vez falando sobre CAMINHOS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO DE FACHADAS: RUMO À CONSTRUÇÃO 4.0. O evento que marcou o retorno das atividades presenciais contou com patrocínio master da Portobello.

Vale lembrar que, desde a pandemia, o evento Conexões vinha sendo realizado no formato “live”, trazendo diversos ganhos ao Clube, porém nada supera o reencontro com os convidados e palestrantes.

Esta energia foi visível desde o café da manhã na sede do C3, contando com a presença de mais de 50 convidados entre construtoras, fundos de investimentos, incorporadoras e escritórios de arquitetura.

Depois deste momento de interação, os convidados se dirigiram para o mezzanino, onde tiveram a oportunidade de assistir as palestras.

Este tema é extremamente relevante para o momento de transição que o mercado AEC está vivenciando, na busca por novas soluções e trocando experiências para ter um aumento na produtividade.

Na abertura, Rodolfo Zagallo, presidente do Clube, apresentou rapidamente o C3 e agradeceu a presença de todos, chamando Paulo Oliveira, presidente do Conselho que destacou a importância do tema para o segmento AEC, ressaltando a necessidade do setor ampliar sua produtividade, conforme dados mais recentes do mercado.

Iniciando os trabalhos, a engenheira civil Fabiana Andrade Ribeiro, sócia -fundadora da FCH Consultoria e especializada em revestimentos e sistema de vedações, com diversas publicações sobre o tema abordou como o projeto de fachadas é fundamental para a industrialização.

Em sua apresentação, ela destacou a importância da pré-construção, lembrando que o projeto precisa ser pensado com todas as disciplinas e como os materiais vêm evoluindo para atender estas novas demandas.

Depois foi a vez da indústria, aqui representada por Fernando Meneguello, engenheiro civil que atualmente responde pelo departamento técnico da diretoria comercial da Portobello. Ele falou sobre o papel da indústria para o desenvolvimento de soluções inovadoras de fachadas, com destaque para a Portobello que desenvolveu o sistema Bel Point e hoje vem atuando fortemente com lastras.

Contou sobre a biblioteca BIM da Portobello, que existe desde 2017 e o especificador virtual, uma ferramenta que além de auxiliar o profissional de modo muito prático, traz também segurança jurídica por conta dos laudos que ele emite.

Falando sobre um dos cases que envolve não só engenharia e arquitetura, mas sim um conceito urbanístico muito maior, Oscar Favero da Porte Engenharia, falou sobre o Eixo Platina e como foi o desenvolvimento do projeto de fachada do Platina 220 e quais as soluções propostas para este desafio, envolvendo todo o cuidado com a vizinhança.

Para encerrar a primeira parte, José Marmo, sócio fundador da @lliance fb tech, fez uma das palestras mais comentadas, falando da Construção 4.0 e como podemos chegar nesta evolução. Com exemplos práticos, ele explicou o passo a passo desta transição e o porque ser tão necessário o segmento da Construção Civil assumir uma postura de indústria.

Após as apresentações, aconteceu o debate, que gerou muitas reflexões e bons debates, onde o grupo que pode expor suas ideias e principalmente trocar conhecimento, um dos grandes objetivos do Conexões

Realmente uma manhã bem produtiva e de muita troca de experiências, mostrando a verdadeira missão do C3, de conectar pessoas e gerar novas ideias para o crescimento da Construção Civil.

Confira algumas fotos do evento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.