Mercado

Previsão de crescimento de 3%

previsão

O setor de construção civil deve ser um dos segmentos que irão crescer em 2022. É o que prevê a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). A nova previsão para 2022 deve ser oficializada no fim de julho e deve chegar a 3%

Na avaliação da economista da CBIC Ieda Vasconcelos, o crescimento do setor seria ainda maior se não tivesse o impacto da alta nos custos dos insumos que chega a superar 50% em 20 meses. “O país não cresce sem passar pela construção civil. O crescimento do setor é o futuro da economia brasileira. Nossas expectativas são positivas neste aspecto. As obras de infraestrutura têm registrado resultados positivos”, disse a economista.

Mesmo com a alta da taxa básica de juros (Selic), a compra e venda de imóveis segue aquecida no país. Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), no primeiro trimestre de 2022 houve um aumento de 6,2% na comercialização de novos imóveis no país, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

O estudo mostra ainda uma expansão de 35,6% nos lançamentos de imóveis de Médio e Alto Padrão (MAP), com a chegada de mais de 10 mil novas unidades no mercado.

Uma recente Pesquisa de Intenção de Compra feita pela Brain, em parceria com a Abrainc, revelou que 34% dos entrevistados têm a intenção de comprar imóveis nos próximos 12 meses.

Outro incentivo vem das mudanças promovidas pelo Governo para o programa Casa Verde e Amarela, por conta da baixa adesão nos últimos meses o Conselho Curador do FGTS aprovou alterações importantes no programa.

O objetivo desta ação é beneficiar as faixas 1 e 2 para ter melhor condições de acesso. São estas mudanças.

  • Mudanças dos valores das faixas de renda;
  • Alteração nas taxas de juros;
  • Ampliação do prazo de financiamento de 30 anos para 35 anos.
  • Sendo assim, confira a seguir detalhes de cada uma das atualizações do PCVA

A Construção Civil continua sendo um dos principais setores na composição do PIB do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.