Negócios

Maior empreendimento imobiliário de interesse social do Brasil começa a ser entregue em São Paulo

Entrega das chaves das primeiras unidades do Reserva Raposo começa em outubro. Bairro planejado para quase 18 mil apartamentos contempla escolas, postos de saúde, parques, comércio local e obras de infraestrutura, saneamento e mobilidade

São Paulo, 21 de setembro de 2020 – Começam a ser entregues em outubro as primeiras unidades do maior empreendimento imobiliário de interesse social do país. Localizado às margens da Rodovia Raposo Tavares, zona oeste de São Paulo, o Reserva Raposo está sendo construído em um terreno com 450 mil metros quadrados e receberá infraestrutura completa, com escolas, parques, postos de saúde, comércio local e obras de saneamento e de mobilidade urbana. O empreendimento é desenvolvido pela incorporadora RZK Empreendimentos, do Grupo Rezek.

Nesta primeira entrega, serão 600 unidades habitacionais, que compõem dois condomínios (Chapecó e Amazonas), com torres de 22 andares. Para desenvolver o bairro residencial planejado, a RZK Empreendimentos já investiu mais de R﹩ 520 milhões com aquisição do terreno, pagamento de licenças, construção das torres e obras de compensação e de infraestrutura, que levarão bem-estar tanto aos futuros moradores do empreendimento, quanto à comunidade local. Ao longo dos últimos anos, 12 mil trabalhadores se envolveram direta e indiretamente na construção do empreendimento e a expectativa é de que com o bairro implantado, mais 15 mil empregos sejam criados na região.

“O Reserva Raposo é um empreendimento imobiliário único no país, considerando sua proposta e magnitude. Trata-se de um projeto diferenciado no segmento de imóveis econômicos, com um olhar voltado para a qualidade do empreendimento e a oferta de espaços de lazer que geralmente não são contemplados nesses projetos”, afirma Verena Balas, diretora de incorporação da RZK Empreendimentos.

Bairro planejado ocupa área de 450 mil metros quadrados

Com quase 18 mil apartamentos (17.960, precisamente), o Reserva Raposo terá Valor Geral de Vendas (VGV) de aproximadamente R$ 4,6 bilhões e com unidades disponíveis no mercado a partir de R$ 228 mil. Os apartamentos possuem opções que variam de 39 a 65 metros quadrados, com dois ou três dormitórios e uma vaga de garagem. A área de lazer inclui churrasqueira, salão de festas, quadra recreativa gramada, piscina coberta, playground, espaço para animais de estimação e até uma horta comunitária. As áreas comuns estão adaptadas para atender a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

O novo bairro planejado ocupa um terreno de 450 mil metros quadrados – o equivalente a 62 campos de futebol. Para estimular a integração com a cidade, o Reserva Raposo não será fechado ou murado e as ruas internas, cujas calçadas poderão chegar a nove metros de largura, serão de acesso público. A rede elétrica do empreendimento será 100% subterrânea, contribuindo para um impacto visual menos poluído, sem fiação aparente em postes.

Os lançamentos e a entrega de chaves das próximas fases do Reserva Raposo seguem um cronograma aquecido. Além das entregas que começam a ser feitas agora em setembro, mais 280 unidades (condomínio Amapá) estão previstas para serem finalizadas ainda em 2020 e outras 560 em 2021 (Condomínios Amaná e Azaleia). Ao longo deste e do próximo ano, serão anunciados novos lançamentos de unidades habitacionais do empreendimento.

Infraestrutura do bairro prevê novos equipamentos públicos

O projeto final do Reserva Raposo contempla uma série de equipamentos públicos e intervenções na infraestrutura do entorno para dar mais conforto aos futuros moradores, que contarão com opções de lazer, educação e trabalho dentro do próprio bairro.

Entre as novas instalações estão a construção de seis creches (CEI), duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e dois parques públicos, que totalizam 82 mil metros quadrados de área verde e estarão totalmente equipados para a prática de lazer e esportes, incluindo três quilômetros de ciclovias. Haverá ainda a construção de uma biblioteca, um auditório e uma escola de Ensino Médio (CEMEI) dentro das dependências do novo bairro.

A construção de um viaduto para garantir a fluidez do trânsito, o alargamento de trechos da Rodovia Raposo Tavares com reposicionamento de passarelas e a reconstrução de um posto da Polícia Rodoviária também estão contemplados no rol de benfeitorias para moradores e comunidade local.

Outro ponto de destaque é que todos os condomínios do Reserva Raposo possuirão fachada ativa. Isto é, contarão com uma área de 58 mil metros quadrados no térreo dos edifícios para abrigar diversos tipos de estabelecimentos como, lojas, padarias, mercados, cabeleireiros e escritórios. Isso irá estimular o comércio local e garantir que os moradores tenham acesso a diferentes serviços nas proximidades de sua moradia, podendo até mesmo trabalhar dentro do bairro planejado.

Nova rede de abastecimento e coleta de esgoto

Totalmente adequado às exigências de licenciamento ambiental em suas diferentes esferas, o Reserva Raposo é um projeto pioneiro em estudos de impacto urbanístico e no meio ambiente e se tornou o primeiro empreendimento privado do Brasil a nascer de acordo com os preceitos do EIA-RIMA (Estudo de Impacto Ambiental).

No rol de obras ambientais, duas já estão finalizadas e deverão beneficiar futuros moradores e a população de bairros próximos. Em conjunto com a Sabesp, o Reserva Raposo concluiu as obras da rede de abastecimento do Reservatório Conceição, que deverá atender a mais de 200 mil pessoas, entre moradores do Reserva Raposo e bairros do entorno. Outra obra também realizada em conjunto com a Sabesp foi a implantação de um novo sistema de captação e tratamento de esgoto, que permitirá a destinação adequado de dejetos residenciais dessa mesma população de 200 mil pessoas.

Reserva Raposo em números:

– Terreno de 450 mil metros quadrados (equivalente a 62 campos de futebol);

– 17.960 unidades habitacionais (das quais 600 serão entregues já em outubro);

– Investimentos no bairro somam R$ 520 milhões;

– Valor Geral de Venda (VGL) de R$ 4,6 bilhões;

– Empreendimento terá mais 82 mil metros quadrados de área verde em dois parques;

– Infraestrutura contempla equipamentos como 6 creches, 2 Unidades Básicas de Saúde (UBS), 2 parques, 1 centro de atividades para idosos 1 biblioteca, 1 escola de Ensino Médio, 1 auditório e 3 quilômetros de ciclovia.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.