Mercado

Profissionais que atuam com reformas e reparos são formalizados ou MEI

Aplicativo de serviços apresenta situação trabalhista dos profissionais brasileiros que atuam no setor de obras.

 

Depois de um período de cinco anos no registro de quedas, os números da construção civil apresentaram um índice positivo. De acordo com o PIB (Produto Interno Bruto), o Brasil teve 2% de crescimento no segundo trimestre de 2019, em relação ao mesmo período de 2018.

Um estudo feito pelo app GetNinjas mostrou que 51,2% dos profissionais cadastrados no app são formalizados com empresa ou MEI (Micro Empreendedor Individual). Além disso, mais de 50% dos profissionais têm entre 7 e 20 anos de experiência na área e 64,31% já trabalhavam no segmento ou estavam em busca de mais clientes. “Esse cenário evidencia a força de atuação do aplicativo em oferecer meios para o profissional continuar se desenvolvendo na área, além de ajudá-lo a aumentar as oportunidades de negócios”, comenta Eduardo L’Hotellier, CEO do GetNinjas.

De acordo com o mesmo levantamento, ao longo de 2019, dentre os mais de 200 tipos de serviços oferecidos pelo app, o de pedreiro foi o mais demandado, somando mais de 40 mil pedidos ao longo do ano. A segunda e terceira posições são ocupadas, respectivamente, pelos serviços de mudanças/carretos (45.809 pedidos) e de diarista (35.446 pedidos).

Atualmente, o aplicativo de contratação atua em serviços na América Latina com mais de 1 milhão de profissionais cadastrados e recebe cerca de 300 mil pedidos por mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *