Mercado

Brasil ganha LEED Homes Awards

Brasil

Cada vez mais a questão da sustentabilidade é avaliada pelo mercado como ponto de diferencial de uma obra e este ano o Brasil ganhou o mais importante prêmio de sustentabilidade mundial.

Organizado pela  US Green Building Council (USGBC) – organização sem fins lucrativos, criadora do selo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que promove a sustentabilidade e certifica edifícios e comunidades verdes em todo o mundo – anunciou no mês passado o LLUM Batel, da Construtora Laguna, de Curitiba, como vencedor do prêmio LEED Homes Awards 2021.

Além de um júri técnico, o USGBC abriu votação para o público que escolheu, entre 10 finalistas, qual empreendimento representa excelência em construção verde, com base nos seguintes critérios: impacto, igualdade, design, sustentabilidade, saúde e bem-estar.

Essa é a primeira vez que um empreendimento brasileiro recebe o prêmio, que celebra projetos residenciais e incorporadores que promovem a sustentabilidade para melhorar a qualidade de vida dos residentes e impactar positivamente o meio ambiente.

 “O prêmio coloca o LLUM como o edifício mais sustentável do mundo. Essa é uma grande conquista para nós, da Laguna, para a cidade de Curitiba e para o país”, comemora Gabriel Raad, CEO da Construtora Laguna, que é pioneira e líder em construção verde no mercado brasileiro e tem o maior número de selos sustentáveis da região Sul do Brasil.

Brasil
Crédito: Divulgação

E qual o diferencial do Llum Batel?

A palavra llum vem do catalão e significa “luz”. E o edifício faz jus a seu nome: suas fachadas, feitas com laminados de float incolor e do vidro de controle solar Light Blue 52 on clear (fornecidos pela Guardian e processados pela Blue Glass), remetem a um diamante lapidado e permitem farta entrada de iluminação natural nos apartamentos.

Entregue em 2019, o LLUM Batel, foi o primeiro residencial pré-certificado LEED Gold no Brasil. Através de luminárias tipo LED, sensores de presença, luz natural abundante vinda da fachada em pele de vidro, sistema de ar-condicionado eficiente tipo VRF e exaustão dos poluentes da garagem controlada por sensores de demanda, o LLUM teve mais de 15% de redução de consumo de energia em relação ao padrão de referência considerado pelo LEED.

Além disso, o empreendimento possui 23 módulos fotovoltaicos instalados na cobertura que contribuem para suprimento de parte da demanda de energia da edificação.

O LLUM também possui metais e louças eficientes, com baixa vazão sem comprometer o conforto (chuveiros, torneiras e descargas sanitárias) tanto da área comum quanto das unidades. Com isso, a redução no consumo chega a mais de 20% do padrão de mercado considerado pelo LEED. Mais de 50% da madeira utilizada na obra é certificada FSC e materiais reciclados tiveram prioridade. Na prática, além da economia financeira, é possível ter conforto e a sensação de estar bem “em casa”.

O mundo está mudando e a forma de pensar nos projetos de construção também. Parabéns a Construtora Laguna por sua iniciativa e que venham novas premiações!

Fonte: HAUS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.