Mercado

Top Imobiliário premia associadas do C3

Top Imobiliário

Na semana passada tivemos a divulgação dos vencedores do prêmio Top Imobiliário 2022, um dos mais tradicionais do mercado, e ficamos felizes por ver os associados do C3- Clube da Construção Civil em destaque, reforçando ainda mais a importância do setor da construção civil na economia.

A premiação, que está em sua 29ª edição, é promovida  pelo jornal O Estado de São Paulo e baseada nos registros da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) ,premia as empresas que apresentaram maior volume de lançamentos de projetos em São Paulo e na região metropolitana. 

Organizado em 03 categorias (incorporadora, vendedora e construtora) a premiação também pode ser observada como um raio x do mercado paulistano de imóveis.

As vencedoras deste ano foram: Cyrela, em incorporação, Lopes, entre as vendedoras, e Tenda, como construtora.

Em detalhes

Os 26 empreendimentos da Cyrela Brazil Realty rechearam sua carteira de lançamentos com R$ 3,6 bilhões. É o preço total de 7 mil apartamentos à venda na planta, que ficarão prontos em 2024.

A Lopes Consultoria de Imóveis participou de 77 lançamentos, com valor geral de vendas de R$ 8,2 bilhões. Para a diretora de Atendimento da imobiliária, Mirella Parpinelle, “a tendência é de crescimento no médio e alto padrão”.

Exclusivamente voltada para produção de imóveis econômicos, enquadrados no programa federal Casa Verde e Amarela (CVA), a Tenda Negócios Imobiliários contabilizou R$ 1,4 bilhão com a venda futura de 7,8 mil unidades lançadas no ano passado. 

Ao todo foram analisadas 182 incorporadoras, 162 construtoras e 76 vendedoras que buscavam estar no ranking final das “10 mais” em cada categoria.

O mercado

Em 2021, os médio e alto padrões superaram a moradia popular. São Paulo bateu recorde com 81,8 mil novos imóveis. A maioria (56%) para as classes média e alta, segundo o Sindicato da Habitação (Secovi-SP). Foram 27,7 mil com dois ou mais dormitórios e 18,4 mil de 1 quarto. “Imóveis de 30 m² são vendidos por R$ 700 mil”, diz o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

Este ano, São Paulo recebeu 85 mil imóveis no acumulado de 12 meses até abril. Médio e alto padrões crescem mês a mês – 58% de participação em março e 59% em abril. Já a moradia popular fechou o ano com 44% de participação e, agora, caiu para 41%.

Em 2021, foram 45,8 mil imóveis para a classe média e alta contra 36 mil para moradia popular. Somando, o valor global lançado foi de R$ 41,8 bilhões. Em unidades, há polarização, mas em dinheiro é incomparável: R$ 34,5 bilhões para o médio e alto padrão (83%) e apenas R$ 7,3 bilhões para o segmento de baixa renda (17%), mostrando que o mercado MAP realmente é o principal foco do momento.

Associadas em destaque.

Outras associadas do clube que entraram no ranking TOP 10 foram: Plano & Plano (Construtora e Incorporadora), Cury (Incorporadora/ Vendedora e Construtora), Mitre (Incorporadora e Construtora) e MRV (Construtora).

O C3- Clube da Construção Civil parabeniza todo o mercado e em especial seus associados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site é protegido por reCAPTCHA e pelo Googlepolítica de Privacidade eTermos de serviço aplicar.

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.