Negócios

Prévia da ABF mostra crescimento de 6,9% das franquias e expansão em unidades e redes

A abertura de novos modelos de negócio deve registrar um crescimento em relação ao ano anterior.

 

A melhoria de alguns indicadores econômicos, especialmente o Índice de Confiança Empresarial e o PIB, junto com a chegada de novas redes e a abertura de unidades com novos modelos de negócio, impactaram positivamente o setor de franquias em 2019.

Pelo segundo ano consecutivo, os dados parciais da  Associação Brasileira de Franchising – ABF, mostram uma expansão mais intensa em termos de unidades em operação e o aumento no reflexo de empregos diretos do setor que chegou a 4,8%,  cerca de 1,34 milhão.

Para André Friedheim, presidente da ABF, 2019 foi um passo importante para o reaquecimento da economia brasileira que teve início no fim de 2018. “Nem por isso deixamos de encarar alguns desafios e os altos e baixos típicos de um período de recuperação. O setor mostrou sua solidez, expandindo sua base instalada, aprimorando sua eficiência, adequando seu mix de produtos e serviços de forma a atrair e reter um consumidor com renda ainda comprimida”, disse o presidente.

O desempenho dos segmentos – casa, construção, comunicação, informática e eletrônicos, alavancaram o setor como um todo. O movimento de expansão das unidades de franquia, que atingiu 5,1% em 2019, foi motivado por alguns fatores como aumento do número de investidores em franquias, a melhoria do Índice de Confiança Empresarial e o quadro econômico de forma geral.

 

Modelo de Sucesso

Hoje a empresa é conhecida como a maior fabricante de piscinas em P.R.F.V. (poliéster reforçado com fibra de vidro) do mundo e está presente com indústrias e franquias em mais de 40 países. Foto: Acervo.

 

A iGUi, maior fabricante brasileira de piscinas, é um exemplo de case que se tornou rede. Iniciou suas atividades em Gravataí, no estado do Rio Grande do Sul, em 1995, e em dez anos expandiu seus negócios para a América Latina, mesmo ano em que entrou no mercado de franquias. O ano passado conquistou pelo sétimo ano consecutivo o Selo de Excelência em Franchising. A marca foi agraciada este ano com o SEF na Categoria Máster – que congrega redes com no mínimo 30 franqueados, 60 unidades e operam no setor há mais de 10 anos. Hoje é conhecida como a empresa nacional com maior número de lojas franquiadas do mundo abrindo várias franquias e conquistando a confiança do mercado.

 

Drible na crise

Os novos modelos de negócio, especialmente o home based ou “baseado em casa”, modelo de atividade profissional que permite que o colaborador execute em casa todas as tarefas que são praticadas diariamente no local de trabalho, também ampliou em unidades a facilitação no ingresso de empreendedores com baixo capital inicial de investimento.

Por se tratarem de unidades de pequeno porte, esses modelos demandam investimentos menores por parte do operador. E o melhor: os mais variados segmentos do franchising possuem franquias home-based. Da alimentação (normalmente organizada no formato de delivery), à estética, ao turismo e todo setor formatado em agências.

Os dados da ABF mostram que o setor continua atraindo muitas empresas, nacionais e internacionais, tanto que o total de redes de franquia em operação no País deve crescer 1,4% em 2019. “O Brasil continua a ser um mercado importante, em virtude de suas dimensões, população e características econômicas e sociais. Com isso, novas marcas continuam a chegar, além de empresas já tradicionais que adotam o sistema para acelerar seu processo de expansão com menor necessidade de capital como pudemos constatar na ABF Franchising Expo 2019”, afirma o diretor executivo da ABF.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *