Negócios

Penetron Brasil fazendo história

Brasil

Fundado em 1895, o Museu do Ipiranga é um símbolo da história do Brasil, especialmente da cidade de São Paulo. O projeto foi elaborado e executado pelo engenheiro e arquiteto Tommaso Gaudencio Bezzi, italiano radicado no Brasil. A reabertura do museu será realizada no próximo 7 de setembro, marcando o bicentenário da independência do Brasil. E a Penetron tem orgulho de fazer parte dessa história. 

O museu ficou fechado por quase 10 anos. Mas, em 2019, iniciou um cronograma intenso de obras. O edifício-monumento, inaugurado há 127 anos, passou por diversas restaurações com uma equipe enorme de especialistas. No entanto, o trabalho não se resumiu ao prédio principal. O projeto contemplou ainda a construção de uma área nova e foi justamente na nessa estrutura que a Penetron atuou fortemente.

Construída em frente ao edifício-monumento, a nova área está sendo chamada de novo museu do Ipiranga. A Penetron atuou nessa estrutura do início ao fim do projeto, fornecendo soluções de impermeabilização e cristalização integral do concreto. O local terá duas entradas amplas para o museu, um auditório, um café e salão para exposições temporárias. 

A construtora responsável pela execução do projeto é a Concrejato. Por se tratar de um museu, é natural que o projeto exigisse uma estrutura que primasse pela durabilidade da vida útil. Como o local terá um grande fluxo contínuo de pessoas, reduzir a necessidade de manutenções e reparos é fundamental. E essas exigências são plenamente atendidas pelo sistema Penetron, especialmente pelo Penetron Admix. 

Detalhes das soluções Penetron para o Museu do Ipiranga 

O Penetron Admix é um dos produtos mais versáteis da empresa e utilizado em todo o mundo quando o assunto é proteção do concreto. Ou seja, trata-se de um aditivo para impermeabilização e cristalização integral. Ele é capaz de aumentar a vida útil das estruturas em até 100 anos. Além disso, investir em proteção já no projeto diminui drasticamente a necessidade de intervenções corretivas.  

A Penetron atuou em diversas fases do projeto nos últimos três anos (2020, 2021 e 2022). Nas estruturas de fundação da ampliação do Museu, a empresa trabalhou na impermeabilização e proteção da maior parte das cortinas de concreto projetado, em todos os blocos, vigas e túneis da área. Para dar uma dimensão da obra, a Penetron Brasil forneceu aproximadamente 10 toneladas de produtos.

“Seguindo nossa filosofia de trabalho, orientada pela excelência de consultoria técnica, os profissionais da Penetron acompanharam de perto a execução de todas as etapas da obra”, comenta Cláudio Ourives, engenheiro e CEO da Penetron da Brasil. “Foi uma grande honra participar desse projeto. Afinal, significa que tivemos a oportunidade de contribuir com uma parte da história do museu do Ipiranga e, portanto, da história do Brasil”.

Veja fotos desta grande obra:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site é protegido por reCAPTCHA e pelo Googlepolítica de Privacidade eTermos de serviço aplicar.

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.