Negócios

Parque do Pontal, um grande desafio para Penetron.

Penetron

Um projeto audacioso, assim é o Parque do Pontal.

Esta área a beira do Rio Guaíba, que pertencia ao Estaleiro Só, ficou fechada por mais de 20 anos até se decidir pelo seu destino. Em 2009, uma consulta pública foi feita, e a população rejeitou a construção de moradias.

A partir daí foi desenvolvido todo um planejamento para o uso comercial da área, que irá contar com um hotel, salas comerciais, clínicas médicas e um shopping, além do parque aberto ao público.  

O empreendimento, estimado em R$ 375 milhões, está em construção e tem previsão para ser entregue em 2022. Estão envolvidos neste grande projeto as empresas Melnick Even e a BMPar, vencedoras da concorrência realizada em 2018.

Vale ressaltar que o projeto possui a certificação AQUA-HQE, uma certificação internacional da construção sustentável, desenvolvido a partir da certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale) e aplicado no Brasil pela Fundação Vanzolini.

 Grandes desafios.

Uma grande obra como esta, que ocupa uma área de 22.000m2 e tem grande parte da sua construção na área de várzea do Rio Guaíba precisava de soluções eficientes para garantir a impermeabilização e a segurança da obra.

Por isso as construtoras Melnick e Engenhosul (parceira da BMPar) buscaram a expertise da Penetron para encontrar uma solução duradoura e confiável por conta das características específicas do empreendimento.

Foi muito importante a troca de informações durante toda a elaboração do projeto das equipes técnicas para que fosse possível escolher quais os produtos mais indicados para cada etapa do processo.

Para a impermeabilização das cortinas e da laja de subpressão do subsolo duplo, foi utilizado o Sistema Penetron, que consiste num conjunto de produtos e soluções que oferece uma solução definitiva para a estanqueidade do subsolo. Cabe frisar que a obra foi construída 6 metros abaixo do lençol freático ao lado do Rio Guaíba.

Toda cortina de concreto moldado in loco, com área aproximada de 6.000 m², e a laje de subpressão com 20.000 m² foram tratadas com Penetron Admix, que é um aditivo para concreto redutor de impermeabilidade por cristalização que promove no concreto propriedades auto cicatrizantes.  Este produto foi escolhido por conta das suas características técnicas e pelas referências em obras similares em 14 anos de atuação no Brasil.  

Penetron
Crédito: Penetron

No sistema Penetron, também foi utilizado o Penetron SW, uma fita expansiva aplicada em todas as juntas de concretagem submetida a altas pressões hidrostáticas.

Penetron e Penecrete Mortar foram utilizados para tratamento em furos de tensores de forma nas cortinas de contenção. 

O projeto contou com toda assistência e orientação da equipe da Penetron que acompanhou de perto cada fase do projeto a fim de obter o sucesso do empreendimento.

Para conhecer mais detalhes deste empreendimento, clique no link: Pontal .

Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
Penetron
Crédito: Penetron
navigate_before
navigate_next

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.