Negócios

O que fazer com os aparelhos elétricos em casos de enchentes?

Quais os cuidados essenciais antes de conectar aparelhos às tomadas e outras situações de umidade com a rede elétrica.

 

Durante o período de chuvas fortes e alagamentos pela cidade, um cuidado que muitas vezes passa despercebido é a umidade na rede elétrica nas residências e estabelecimentos comerciais. É importante ficar atento antes de conectar novamente aparelhos domésticos e eletrônicos à tomada.

Somente na capital paulista, o total de chuva registrado em fevereiro de 2020, no Mirante, zona norte, subiu para 415, 8 mm acumulados em 25 dias. Agora, fevereiro de 2020 tem a maior quantidade de chuva para este mês desde 1995, quando choveu 445,5 mm em fevereiro. A média de chuva normal para fevereiro é de 246,2 mm, pelos cálculos dos INMET para o período de 1981 a 2010. A chuva de fevereiro de 2020 já está 69% acima da média.

O engenheiro, Cristiano Mollica, da Instrutherm, aponta medidas essenciais para resguardar as instalações e equipamentos.

Em caso de enchente, por exemplo, a primeira prática é desligar a chave geral do quadro de energia e todos os equipamentos e eletrodomésticos da tomada, para evitar curto circuito. Além de encontrar um lugar no alto para que possa acomodar os produtos e evitar o contato com água, o que também pode danificar.

 Após a água escoar completamente do ambiente, a orientação é nunca ligar imediatamente os aparelhos. A rede elétrica precisa ser vistoriada, e certificada de que todas as tomadas e interruptores estejam totalmente secos. “É importante certificar-se de que todas as tubulações estejam secas e, em muitos casos, é necessário solicitar o auxílio de um profissional especializado para ter essa garantia, evitando ainda mais prejuízos”, comenta Mollica.

 Outra dica é caso os aparelhos estejam com água, e não seja possível secar, é imprescindível esperar que seque naturalmente, mesmo que isso leve um tempo longo. Religar a energia com água nas tubulações é extremamente perigoso, podendo inclusive ocasionar choques graves. 

O voltímetro identifica a voltagem do ponto de tomada. Foto: Acervo.

Alguns aparelhos de medição profissionais contribuem para que eletricistas, engenheiros e até arquitetos confiram as condições da rede elétrica. Mas também é possível identificar se as tomadas estão energizadas utilizando equipamentos mais simples de manuseio. Há diversas opções que compõem as linhas de multímetros e detectores de tensão, por exemplo, que podem atender aos diferentes perfis de usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *