Negócios

O fenômeno chamado: Cimento Queimado

Cimento queimado

Que o Cimento Queimado está em alta é fato. Das dicas dos blogs de decoração aos vídeos tutoriais no Youtube, ele está em todo lugar. Uma pesquisa de 5 minutos no Google já é suficiente para você saber como fazer, onde comprar e ter acessos à diversas dicas para compor a decoração com esse sucesso do mundo contemporâneo.
Mas porquê? Qual o motivo de uma técnica tão usada antigamente estar de volta e com tamanho sucesso?

A Arquiteta Michele Fernandes, especificadora técnica da Ibratin, explica: “A tendência cresceu com o uso cada vez mais frequente do Estilo Retrofit. Quando tivemos de dar novos usos aos edifícios, a sustentabilidade foi ganhando força e o cimento queimado tendo notoriedade. Não demorou muito para o Estilo Industrial ser implantado nos novos projetos, por ter um conceito leve, sofisticado e versátil. ”

Bem, sabemos então que uma das explicações é que ele voltou à moda, com a ascensão do Estilo industrial. No design industrial – preza-se pela valorização de espaços com estrutura aparente: sejam tijolos, encanamentos, estruturas de ferro, até mesmo lajes rústicas e com nervuras aparentes se tornaram elementos estilísticos nessa estética que propõe trazer elegância e sofisticação ao rústico. O Cimento Queimado por sua vez, caiu como uma luva, por sua praticidade na hora de compor ambientes como esses, pois magicamente, ele combina com tudo!

Ainda na opinião da Arquiteta Michele, ela comenta: “Além de trazer leveza ao projeto, traz um ar rústico, descontraído e de fácil composição, claro que é preciso cautela, mas comparado com outros tipos de revestimentos, sem dúvidas ele é um dos mais versáteis que temos hoje. Possui boa durabilidade, é de fácil limpeza e não acumula sujeira, por ser um revestimento liso.”

Apesar de simples, ele é ideal para quem busca um diferencial estético para a casa. O cinza e o manchado dessa estrela do momento ajuda a compor ambientes contemporâneos com praticidade e sofisticação, criando um efeito que traz à tona características de elegância, frescor e rusticidade. Para completar, é preciso destacar que esse tipo de material não agride o meio ambiente, apresenta durabilidade, aderência, proteção, um ótimo custo-benefício e muita versatilidade — só para se ter uma ideia, o cimento queimado é tão versátil e democrático que pode ser usado tanto em pequenas casas rurais como em mansões em grandes cidades e nos mais diversos lugares como paredes, pisos e teto!

Agora faz sentido todo esse destaque que o Cimento Queimado vem ganhando diante os arquitetos e dos consumidores, não é mesmo? Se você gosta do Estilo industrial ou trabalha com Retrofit, já fica a dica da Ibratin!

Matéria: David Wanes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.