Colunistas Paulo Oliveira

MODULARIDADE: O EXEMPLO DA BOEING

Modulariadade
A modularidade não é um conceito criado no setor de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC). Ao longo do desenvolvimento da indústria, das revoluções industriais e da mecanização, a preocupação com a padronização, a repetitividade e a modularidade, sempre esteve presente, nos mais diversos setores.
O desenvolvimento de processos e sistemas de produção mais eficazes tiveram origem neste embasamento, para a busca de aumentos cada vez mais expressivos de produtividade, gerando, consequentemente, a redução de custos e de prazos de produção.
Embora muitos setores industriais tenham adotado a modularidade em seus processos de produção, outros ainda avançam nesta direção, com o objetivo de aumentar a produtividade, reduzir custos e diminuir expressivamente os prazos de produção, permitindo ainda, um melhor controle dos processos e da qualidade de seus produtos. A modularidade é, na verdade, uma abordagem de design, através da subdivisão de um objeto em partes, denominadas módulos, que podem ser produzidos individualmente e por aliados estratégicos diferentes de uma mesma cadeia de valor e, posteriormente, montados e adequadamente conectados para compor o objeto.
Bons exemplos existem na indústria automotiva, ferroviária e também na indústria naval, com uso intenso da modularidade em seus projetos e produtos, sem perder a possibilidade de um bom nível de customização, mesmo numa produção em série.
A indústria de Construção Modular aplica estes princípios e conceitos em seus processos de projeto, fabricação e montagem.
Um exemplo é o do Boeing 787 Dreamliner, com o objetivo de acelerar o processo de produção, melhorar a qualidade, além de reduzir e controlar de forma mais precisa os custos de fabricação. E a Boeing conseguiu isso e muito mais, em um produto com elevado nível de tecnologia embarcada, sofisticado, caro e cuja segurança é crítica, através da Construção Modular.
Assista o vídeo no link abaixo e comprove!
Boeing – construção modular

Paulo Oliveira – engenheiro civil, PMP, consultor, conselheiro, mentor, diretor executivo e líder estratégico. CEO da ARATAU Construção Modular. Escrevo artigos sobre tecnologia, inovação, industrialização da construção e construção modular para o Buildin, Construliga, C3 – Clube da Construção Civil e Linkedin.

Contato: paulo.oliveira@arataumodular.com | https://linktr.ee/aratau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.