Mercado

Governo estuda pagar seguro-desemprego a trabalhador com contrato suspenso

governo

Benefício será reeditado em nova versão de MP suspensa por Bolsonaro para o trabalhador, que prevê o corte temporário de salários pelo governo.

Depois de assistir à medida provisória que previa a suspensão de contratos ser editada e revogada pelo presidente Jair Bolsonaro no mesmo dia, o secretário de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, engendrou mudanças no texto, que deve ser reapresentado como uma nova MP ainda nesta semana. A pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes, a nova versão compreenderá uma contrapartida aos funcionários que tiverem seus vencimentos suspensos por até quatro meses.

O texto, engendrado durante reunião dos secretários por videoconferência com o ministro nesta segunda-feira, 30, envolve o pagamento de seguro-desemprego durante o período. Os empregadores poderão suspender os contratos e abolir o pagamento dos vencimentos ou reduzir os salários dos funcionários entre 25% e 70%, com igual redução da carga horária. O projeto intende mitigar o desemprego causado pela paralisação de atividades provocada pela pandemia do coronavírus.

governo
Créditos. Divulgação.

Indagados se empregados domésticos seriam contemplados pelo texto, membros da secretaria informaram que as regras se aplicam a todos os contratos firmados sob a Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT.

O governo prevê orçamento de 51 bilhões de reais para arcar com aqueles que tiverem seus contratos suspensos ou salários reduzidos. De acordo com o texto, ainda sob alterações, o funcionário será contemplado pelo seguro-desemprego, que varia entre 1.045 reais a 1.813 reais, de forma automática. Para os informais, Guedes estuda reduzir em 30% os salários de funcionários públicos que ganhem mais de 10 mil reais para pagar auxílio às pessoas sem contrato formal de trabalho.

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.