Mercado

Ferramentas digitais impulsionam o Mercado Imobiliário

Escrituras On-line, Tour Virtuais e Contratos Eletrônicos proporcionam aumento de contratos fechados.

No primeiro trimestre de 2020, o mercado imobiliário sorvia a taxa básica de juros mais baixa da história, inúmeros lançamentos e término dos estoques refreados, com grande expectativa de crescimento, até que foi pego de surpresa. Por ser um dos setores mais atingidos pela pandemia, teve que se reinventar às pressas para se manter aquecido depois de um longo período de crise.

A implementação de uma série de métodos digitais que anteriormente não eram utilizados, realizados parcialmente, ou ainda estavam restritos impulsionou rapidamente mudanças de comportamentos para realização dos negócios no segmento.

“A tecnologia é a aliada que permite escolher o imóvel sem estar no local fisicamente por meio de tour virtuais com fotos e vídeos de 360º dos imóveis. A pandemia contribuiu para o desenvolvimento tecnológico com o surgimento dos contratos eletrônicos, escrituras on-line, e desenvolvimento de aplicativos para proprietários e inquilinos. Agilidade para mudanças e versatilidade estão presentes no dia a dia de todas as nossas unidades”, comenta a especialista em mercado imobiliário, Yslanda Barros.

Desburocratização Imobiliária

Tour Virtual. Créditos: Divulgação.

As visitas acontecem por videoconferência onde o cliente pode escolher, analisar detalhes e até “sentir-se dentro” do imóvel por meio de vídeos 360º dos imóveis. “Já utilizávamos o método on-line para operações e vendas aos clientes que moram no exterior, ou estados distantes do Brasil. Após escolha do apartamento, casa, ou área comercial dentro do padrão exigido, o cliente preenche o documento referente a conservação do imóvel, e a negociação acontece totalmente de forma remota”, conclui a especialista.

Escrituras On-line e contratos eletrônicos: as escrituras estão sendo realizadas de forma on-line. Não é mais necessário ir ao cartório para as operações de compra e venda de imóveis. A escritura digital está viabilizando aumento no número de negócios imobiliários. O tabelião que participa também da videoconferência é obrigado a ler todo o documento que será assinado pelas partes, além de ter que arquivar a gravação no cartório. As transações on-line passaram a ser possíveis com a publicação do Provimento nº 95 do Conselho Nacional de Justiça, publicado no dia 1º de abril de 2020. A norma trata sobre o funcionamento dos cartórios durante o período de pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.