Negócios

Construtora inova e faz 1ª entrega on-line

Em 29 de abril a construtora MBigucci fez a entrega on-line de unidades de um condomínio clube.

Em todos os setores corporativos, as novas tecnologias têm ganhado importante relevância neste momento em que o mundo enfrenta inúmero desafios causados pela pandemia do COVID-19. Esse cenário colocou em teste empresas e seus colaboradores, principalmente no setor da construção civil, um dos poucos que continuou com suas atividades. Empresas que apostaram em caminhos alternativos e enfrentaram a situação, conseguiram driblar a crise econômica.

No último dia 29 de abril, através de um aplicativo de vídeo conferência, foram entregues unidades do condomínio, Domani MBigucci, localizado no bairro Nova Petrópolis, São Bernardo do Campo, cidade de São Paulo.

Foi a primeira vez na história da construtora MBigucci, em que foi entregue on-line um condomínio clube.

Para entender como a empresa tratou das questões digitais, vendas, atendimento ao cliente e documentação, conversamos com o fundador e presidente da empresa Milton Bigucci e a responsável pela organização do evento a diretora Roberta Bigucci.

Confira a entrevista:

C3 – Antes da pandemia, qual era o cronograma para a entrega das unidades?

Roberta Bigucci: A entrega do Condomínio estava prevista para maio de 2020. Antes da quarentena, já estávamos planejando a festa de entrega, como sempre fizemos com todos nossos empreendimentos, um coquetel de inauguração, música, festa para celebrar o momento, dar as boas-vindas e integrar os futuros moradores. Entretanto, com o isolamento social, tivemos de replanejar tudo em menos de 1 mês, adaptando a entrega ao formato digital. Mas somos uma empresa familiar, e queríamos manter a proximidade e pessoalidade que temos com nossos clientes. Desta forma, fizemos tudo o mais próximo possível do que seria a entrega tradicional. Para o Coquetel, fizemos uma cesta especial com quitutes, champanhe e taças, entregues na casa de cada cliente. Fizemos também uma foto lembrança dos clientes com a imagem do Domani de fundo e enviamos no Whats de cada família. E convidamos nossos clientes, colaboradores e fornecedores para a celebração por videoconferência, realizada dia 29 de abril de 2020. Não faltou nem a fita de laço vermelho que geralmente descerramos em nossas inaugurações! Tudo bem que foi improvisada em minha casa mesmo, com a ajuda dos meus filhos, mas deu certo! E nossos fornecedores parceiros também doaram brindes (cafeteira, book arquitetônico e papel de parede) para um sorteio online com os clientes. Ou seja, conseguimos amenizar um pouco o clima do isolamento, criando um momento diferente e especial para nossos clientes comemorarem esta conquista tão importante na vida de cada um. O lançamento do Domani foi em 2018. Algumas unidades ainda estão à venda.

Cliente Zenilda recebe em casa  uma cesta do coquetel  antes da entrega do Domani (1). Créditos: Site MBigucci.

C3 – A partir de qual momento a empresa instalou o atendimento aos clientes através de videoconferência e como foi o processo de orientação dos gestores do projeto?

Roberta Bigucci: O atendimento digital por meio de WhatsApp e a divulgação dos nossos imóveis em mídias digitais, já vinham ocorrendo há alguns anos, mas com a determinação da quarentena pelo Governador de SP, em março deste ano, passamos a intensificar o atendimento online e agregar algumas ferramentas como o tour virtual dos empreendimentos, vídeo chamadas e gravamos vários vídeos para nosso Canal do Youtube e Instagram, com objetivo de tirar dúvidas sobre financiamento, momento da compra com a quarentena e locação. Fizemos treinamentos dos nossos corretores também para visita virtual guiada de imóveis e também o uso da videoconferência para atendimento. Lembrando que nossos estandes de vendas estão fechados, mas atendemos com agendamento de horário individual e com todos os cuidados necessários para proteção, como uso de máscaras, álcool gel e limpeza do local após cada visita.

Big Live MBigucci com os diretores com informações aos clientes durante a quarentena. Créditos: Site Mbigucci.

C3 – Em consequência da pandemia, algumas construtoras tiveram atrasos nos pedidos com os fornecedores, vocês enfrentaram esse contratempo? Em meados de março e início de abril, como estava o andamento das obras?

Milton Bigucci: Não enfrentamos contratempo em relação ao andamento das obras, ou atraso de materiais pelos nossos fornecedores, pelo menos nada significativo para modificar o cronograma das nossas obras. Claro, que nos primeiros dias tivemos um ritmo um pouquinho mais lento, até à adaptação completa, mas sem paralisação. Vale ressaltar que seguimos à risca as determinações sanitárias em nossas obras, com medição de temperatura por termômetro digital à distância antes do colaborador iniciar o trabalho; orientação e higiene constante das mãos com água e sabão e álcool em gel; Uso de elevadores/cremalheiras com duas pessoas por vez; Higienização de EPIs; Maior frequência na limpeza e desinfecção da obra; Divisão em turnos para uso do refeitório; Orientações sobre cuidados com roupas e sapatos ao chegar em casa, após o trabalho; Cartazes sobre sintomas e prevenção à Covid-19; Afastamento de colaboradores com mais de 60 anos e/ou grupo de risco.

Medição de temperatura durante as obras. Créditos: Site Mbigucci.

C3 – Durante as obras, alguns clientes preferem visitar a obra, devido a pandemia, isso foi possível? E os estandes de vendas?

Roberta Bigucci: Em relação às visitas nas obras, para os clientes que já compraram o apartamento acompanharem mais de perto a construção, temos o Programa Espião do Lar, que é uma visita personalizada no próprio imóvel do cliente. Mas as visitas ocorrem em períodos específicos das obras e com agendamento individualizado marcado pelo nosso SAC.

Quanto às visitas aos estandes de vendas e apartamento modelo decorado para os clientes interessados em comprar uma unidade e que fazem questão de visitar, temos o agendamento de horário individualizado do corretor seguindo todas as medidas de segurança já mencionadas.

C3 – Algumas questões legais e operacionais (escrituras, documentos dos clientes e confirmação de pagamentos), resolvidas durante o processo, eventualmente, sofrem alterações nos prazos. Quais foram os obstáculos referente às questões administrativas? De alguma maneira a empresa economizou em serviços?

Roberta Bigucci: Não tivemos problemas com relação a isso. Nossa equipe de relacionamento e nosso departamento jurídico ficaram atentos, adoram inovações. Assim, este processo está sendo mais simples. Já temos documentos emitidos e assinados 100% digitalmente. A instituição de condomínio do New Life MBigucci, prédio que vamos entregar aos clientes no final de maio/2020, já foi registrada por meio do E-protocolo pelo portal do Registradores. Nossos registros de escritura de imóveis também são online, sem a necessidade de ir ao cartório, e agora estamos em processo de implementar a assinatura de escritura de imóvel digital também. Já os boletos, sempre foram digitais e os documentos para Repasse também, na maioria dos casos, digitais.

Cliente Edmar Vota brinda com a mãe Léa e a irmã Edna, em casa, durante entrega online. Créditos: Site Mbigucci.

C3 – A pandemia virou as expectativas de cabeça para baixo e o PIB da construção civil deve ficar negativo em 2020. A venda on-line foi uma saída financeira para a empresa nesse momento?

Roberta Bigucci: Sim, a venda por meio de ferramentas digitais se intensificou, assim como praticamente em todo tipo de comércio. É claro que tivemos uma queda nas vendas, revisão e replanejamento dos lançamentos que seriam feitos, mas continuamos inovando e investindo no digital para vender.

C3 – Em 37 anos da empresa, esse foi o período mais difícil de reinvenção corporativa? No futuro, esse sistema continuará na empresa?

Milton Bigucci: Em meus 59 anos de trabalho na construção civil, 37 anos de fundação da MBigucci e mais de 400 prédios já entregues, nunca tinha visto uma entrega online, nem sabia que isso podia existir, mas nós fizemos! Com a determinação da minha filha Roberta, que teve a iniciativa, e com o apoio de toda diretoria e mão na massa dos nossos colaboradores que fizeram acontecer esta inovação no mercado imobiliário. Vocês não têm ideia da minha satisfação ao olhar nos olhos dos nossos clientes, mesmo que na tela do computador, e ver a alegria estampada pelo momento. Muitos acharam que não aconteceria ou que atrasaríamos a entrega, e, ao contrário, entregamos com antecedência e ainda colocamos um plus com o aquecimento da piscina como cortesia!

Agora no final de maio, teremos mais uma entrega online, a primeira do Bairro Ipiranga, que é o New Life MBigucci, na Av. Nazaré.

Com certeza algumas das iniciativas online adaptadas, que trouxeram resultados positivos, terão continuidade, mas nada substitui a entrega do imóvel pessoalmente, o olho no olho, a possibilidade de estarmos ao lado dos nossos clientes, quando tudo voltar à normalidade.

Milton Bigucci e Roberta Bigucci durante a videoconferência da 1ª  Entrega Online de Condomíno, abril 2020. Créditos: Site Mbigucci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.