Mercado

As boas perspectivas para 2021.

Boas perspectivas

Diferente de outros setores afetados pela pandemia, o mercado imobiliário brasileiro vive um momento positivo e com boas perspectivas de expansão. Dados iniciais da Câmara Brasileira da Indústria da Construção que o PIB do setor deva crescer 4%, sendo novamente um dos principais propulsores para o retorno do crescimento da economia.

Dois fatores ajudam a explicar este cenário positivo, ambos apoiados na taxa Selic de 2%.

Um deles é o crescimento nas vendas, onde os compradores de imóveis buscam se adaptar a uma nova realidade no pós-pandemia, ou seja, casas e apartamentos que possam ter espaços destinados ao home office e em sua maioria são comprados na planta. Deste modo o comprador consegue dar uma entrada e pagar o financiamento com juros menores.

O outro cenário é formado com boas perspectivas pelos investidores. O Brasil é formado tradicionalmente por investidores clássicos, que buscam minimizar seus riscos e investir com maior segurança. Com a taxa Selic no patamar atual, muitos destes investidores migraram suas operações para a aquisição de imóveis, sejam eles na planta cujo valor do investimento já é conhecido por parte do comprador ou na aquisição de imóveis antigos, que passam por um processo de modernização para conseguir um melhor retorno no momento da venda.

Vale ressaltar que neste modelo, o valor do investimento nem sempre é bem claro uma vez que obras sempre trazem consigo algum tipo de custo inesperado.

Outro dado que só fortalece a importância deste mercado no cenário nacional é a divulgação pelo CAGED dos números de vagas abertas no ano passado, onde os mercados da Construção Civil e Agropecuário foram fundamentais não só para manutenção de empregos como para abertura de novas vagas.

Apesar de toda boa expectativa, há uma certa apreensão sobre um possível aumento na taxa básica e o mercado aguarda com ansiedade a próxima reunião do Copom que acontecerá nos dias 19 e 20 de janeiro. Estaremos acompanhando!

Fonte: Equipe C3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.