Mercado

Governador de São Paulo declara em coletiva de imprensa que construção civil não pode parar

A recomendação também foi destinada às borracharias e oficinas mecânicas para automóveis, caminhões e vans.

 

O governador de São Paulo, João Dória, durante a entrevista coletiva, realizada nesta segunda-feira, 23/03, afirmou que o setor  construção civil e os acessos às rodovias interestaduais, não podem cessar.

A recomendação, até segunda ordem, é evitar a paralisação do setor em obras como – hospitais, pronto socorro, obras públicas, rodovias, ferrovias, metrôs, e obras em curso que atendem a necessidade da população, como obras de recuperação.

Participaram também da coletiva, no Palácio dos Bandeirantes, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, o Secretario da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, o Secretário da Saúde do Estado, José Henrique German, o Presidente do Instituto Butantã, Dimas Covas, e outros secretários da prefeitura e do estado.

Em seu discurso, Dória afirmou que empresas, instituições, sindicatos e associações, que atuam na construção civil, devem continuar suas operações dentro dos termos e cuidados sanitários ampliados e que a principal preocupação no momento é proteger e amparar os funcionários, seguindo os critérios médicos.

 

Estradas abertas

 

São Paulo é o maior centro de abastecimento do país em praticamente todos os itens. Créditos: Divulgação.
O Estado é o maior centro de abastecimento do país . Créditos: Du Amorim.

 O Governador João Doria solicitou aos prefeitos das cidades para não bloquearem estradas, e não limitarem funcionamento de postos de combustíveis, fundamentais para que o serviço de transporte de caminhões continue sendo feito regularmente. Essa determinação é válida não só capital, mas, para todas as cidades do estado de São Paulo.

Anunciou também a suspensão imediata da pesagem de caminhões nas rodovias estaduais sob concessão e nas administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). A medida começa a valer a partir desta segunda-feira (23) e terá validade por 90 dias, atingindo uma malha viária de cerca de 22 mil quilômetros de estradas.

 “Suspendemos a pesagem de caminhões com objetivo de tornar as viagens mais rápidas e apoiar os caminhoneiros que atuam em são Paulo”, afirmou Doria.

A suspensão das pesagens dos caminhões também protege os caminhoneiros e os funcionários das balanças, pois evita o contato entre esses profissionais, reduzindo os riscos de disseminação do vírus. A medida está alinhada com os secretários estaduais de transportes de todo o país, dentro do Conselho Nacional de Secretários de Transportes (Consetrans).

“Com essa medida, garantimos a circulação rápida dos alimentos para o abastecimento e para as exportações e importações. Em momentos críticos, a decisão é importante tanto para movimentar a economia quanto para fornecer os bens necessários à população”, explicou João Octaviano Machado Neto, Secretário de Logística e Transportes.

 

Acordados com o  COSUD

4º Encontro COSUD, Palácio Anchieta, Vitória (ES). Créditos: Divulgação.

No início do dia, Dória conversou, em reunião virtual, com sete governadores, membros do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (COSUD), e com o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Entre os assuntos, foram acordados que as fronteiras estaduais devem permanecer abertas, postos de combustíveis podem vender produtos elaborados ou não perecíveis, e que esses só não funcionarão em sistema de restaurante, mas, que será permitido a produção de refeições em sistema de pronta entrega. Com os devidos cuidados sanitários.

Outro anúncio foi a doação de R$ 96 milhões, em dinheiro, equipamento e suplementos, que serão destinados a hospitais e comunidades de baixa renda. A doação foi feita através da Rede de Solidariedade, lançada nesta segunda-feira, que consiste na reunião de cento e trinta e dois empresários, representantes de vinte e oito empresa do setor privado.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.