Mercado

Cresce a procura por apartamentos decorados

Diferentemente da antiga proposta de dar ao usuário a percepção da amplitude de um apartamento na planta, nos últimos tempos as construtoras têm se deparado com um aumento na demanda de clientes que buscam a praticidade de comprar um apartamento mobiliado, por isso, acompanhando os novos hábitos do consumidor, as incorporadoras vêm oferecendo ao mercado opções de unidade já equipadas e prontas para moradia.

Possuindo experiência no mercado de apartamentos decorados, a arquiteta Mariela Romano explica que há público para os dois tipos de decoração, aquela em que o cliente gosta de cuidar de cada detalhe, e aquela em que o cliente quer economia de tempo: “Este público está crescendo. O cliente tem uma visualização melhor do apartamento quando ele está decorado”.

Dentre os ganhos da compra do decorado, está a agilidade ao transferir para a etapa de obras a responsabilidade de medição e encomenda dos planejados, a compra de mobílias, eletrodomésticos, cortinas, automação, enxoval e itens decorativos que podem levar de 6 a 8 meses para serem concluídas; além da redução do custo dos produtos que saem mais baratos para a construtora por serem adquiridos em maiores quantidades.

“Preparar o projeto de decoração para um apartamento leva tempo e pode trazer dores de cabeça ao lidar com todo esse processo. Quando o cliente opta por um decorado, o processo de mudança se torna mais rápido. Essa nova tendência oferece praticidade ao morador, pois evita transtornos com obras, desgastes com compras e economiza o tempo e dinheiro, quando comparados à compra de apartamentos sem mobília”, explica Paulo Silas, diretor da Sim Engenharia.

Apresentando vantagens não apenas para o usuário final, mas também para as empresas, Silas afirma que a venda de apartamentos decorados apresenta uma taxa de vendas 33% maior que a de unidades padrão. “Observamos que, em até 60 dias, todos os decorados construídos foram comercializados, enquanto os apartamentos vazios, na média, levam seis meses”, informa Paulo Silas.

Reafirmando a maior rotatividade que o referido produto possui no mercado, a arquiteta Elisa Campos Cozadi, responsável pelo projeto de três unidades decoradas em um empreendimento de alto padrão em Goiânia, afirmou que as duas primeiras unidades foram vendidas antes mesmo de serem finalizadas: “Acredito que o cliente, quando visualiza tudo pronto, sente-se mais seguro quanto à sua escolha”, opina a projetista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site é protegido por reCAPTCHA e pelo Googlepolítica de Privacidade eTermos de serviço aplicar.

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.