Conexões

ASSISTA NA ÍNTEGRA! CONEXÕES LIVE – Solução técnica para o desempenho acústico do sistema piso. Eficácia para o setor imobiliário econômico

CONEXÕES LIVE
Na busca de soluções mais eficazes e competitivas, o uso de pisos laminados, compondo com a laje de concreto e com outros itens o “sistema piso”, tem se mostrado apropriado, se adequadamente projetado, executado, utilizado e mantido, sobretudo no setor imobiliário econômicoContudo, os cuidados com a observação dos critérios da Norma de Desempenho, com o detalhamento do projeto, com a escolha de materiais e componentes e, sobretudo, com a correta execução/instalação, uso e manutenção dos componentes do sistema piso, são fundamentais para a sua durabilidade e desempenho.
Os especialistas trouxeram um conteúdo técnico riquíssimo sobre as ações e preocupações para garantir o bom desempenho acústico do sistema piso, para o setor imobiliário econômico.

A economia é um dos fatores que mais influencia o mercado imobiliário e é preciso ficar ligado na situação para se programar melhor para os meses que virão

As mudanças na economia do país refletem nos mais diversos mercados brasileiros, entre eles, o imobiliário, que sente cada alteração e precisa sempre se adaptar a longo prazo. Muito se fala sobre a melhora do ambiente para o novo ano quando o assunto é compra de imóvel. Algumas quedas de juros ajudam a criar melhores expectativas e previsões otimistas para 2018.

Um dos pontos que melhor representam os fatores econômicos que podem influenciar no mercado imobiliário é a inflação. Em fase de desaceleração após o ano de 2015 com a alta da crise, a retração ajuda aquecer os negócios. A meta para 2017 é de 4,5%, abaixo dos 7,2% de 2016 e os 10,7% de 2015.

O mercado imobiliário, que conseguiu resistir à segunda onda da pandemia e apresentar resultados positivos ao longo do primeiro semestre, deve seguir em alta no restante do ano, apesar da expectativa de elevação da taxa de juros, indicada pelo Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), em suas comunicações ao mercado. Em São Paulo, principal centro urbano do Brasil e onde o mercado de imóveis é mais aquecido, as vendas chegaram a 5.800 apartamentos em maio, o melhor resultado para o mês em 17 anos, quando o Secovi-SP (Sindicato da Habitação de São Paulo) começou a fazer o levantamento. O recorde se deu após números mais tímidos em abril, marcado pelo pico do número.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.