Mercado

Venda de imóveis deve crescer nos próximos meses

O ano de 2019 tem apresentado ótimos resultados para o mercado imobiliário, que há pelo menos 4 anos se alternava entre a estagnação e a queda no número de vendas, locações e lançamento de novos imóveis.

 

Uma pesquisa realizada pelo SECOVI-SP mostra que esse mercado já pode comemorar o ano. O número de imóveis comercializados entre agosto de 2018 e julho de 2019, por exemplo, cresceu 37% em comparação com o mesmo período do ano anterior: foram 38.415 unidades contra 28.046.

 

O bom desempenho pode ser mantido neste segundo semestre, pois diversos fatores, como novos decretos e leis, facilitaram o acesso ao crédito e a construção de novas unidades residenciais. Desde o final de agosto, por exemplo, a Caixa Econômica Federal liberou R$ 600 milhões em crédito imobiliário indexado ao IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo, uma nova linha de financiamento do banco público. Além disso, a Caixa passou a financiar até 80% do imóvel em um prazo de 30 anos. “Com certeza este é um dos fatores que mais impulsionaram a venda de imóveis. Com mais acesso ao crédito, com uma taxa de juros menor, as famílias conseguem tirar do papel o sonho da casa própria ou do imóvel maior”, comenta o diretor da administradora Mario Dal Maso, Marco Dal Maso.

 

Além dessa nova linha de financiamento, que oferece ao consumidor uma taxa de juros mais atraente, a taxa Selic também baixou de 6% para 5,5% ao ano, o qu,e segundo os economistas, tem potencial para inserir 4 milhões de novos consumidores no mercado imobiliário e levar a uma taxa média de juros reais no segmento abaixo dos 7,8% ao ano.

 

O aumento nas vendas do programa Minha Casa, Minha Vida e a aprovação do Plano Diretor de São Paulo e a da Lei de Zoneamento também trouxeram movimentação ao setor imobiliário. “Com as novas definições de ocupação, surgiram oportunidades de se construir em regiões mais nobres da cidade e as construtoras estão sabendo explorar esses locais”, afirma Marco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.