Mercado

Startup de moradia faz estreia na Bolsa de Valores

As ações já estão disponíveis para compra e são direcionadas a investidores em geral.

 

A Housi, startup de moradia on demand e gestão de imóveis digital, lançou hoje, na bolsa de valores, o Fundo Imobiliário Housi. A estratégia do Fundo de Investimento Imobiliário Housi é de explorar a renda de aluguéis residenciais, com foco na aquisição de propriedades localizadas em regiões de alta demanda nos principais mercados do país. Dessa forma, a Housi conseguirá expandir geograficamente, além facilitar a captação de novos negócios.

Na emissão de cotas, foram subscritas e integralizadas 573.450 cotas, ao preço de R﹩ 100,00 (cem reais) por cota, com um valor total da Oferta de R﹩ 57.345.000,00 (cinquenta e sete milhões, trezentos e quarenta e cinco mil reais).

A gestão do fundo é ativa e com características híbridas. Desta forma, é possível vender e comprar tanto empreendimento concretos quanto ativos financeiros do mercado imobiliário. O coordenador líder da oferta é a Easynvest e o BTG Pactual atua como coordenador contratado.

Com o conceito de moradia on-demand, a empresa proporciona opções de aluguel a curto, médio e longo prazo sem burocracias e com sistema totalmente online.

Tecnologia e seu conceito

A tecnologia está presente em todas as etapas do modelo de negócio. Foto: Divulgação.

 

 A análise dos dados do mercado, que alimentam o software de inteligência artificial da startup, apresenta o melhor preço de decoração do imóvel para aumentar a ocupação. O sistema distribui os anúncios em mais de 50 plataformas digitais com uma precificação dinâmica baseada na oferta e demanda.

Para os investidores, a Housi envia um relatório digital mensal com todas as informações de rentabilidade e ocupação dos seus imóveis e promove um canal de comunicação direto para atendimento. Apesar de acreditar no potencial da tecnologia em todos seus investimentos, Rodriguez se descreve como um profissional analógico. “Meu perfil, como investidor e como pessoa, é muito mais voltado para a relação humana. Tudo que eu preciso eu resolvo pelo atendimento via WhatsApp da Housi ou no contato direto de algumas pessoas da equipe que me atendem”, explica.

 

Fases do processo

Foi criado um fundo de investimento imobiliário para adquirir propriedades e aplicar o modelo de gestão inteligente da Housi. Foto: Acervo.

Além de proprietário de dois imóveis – um sob gestão da Housi e outro em fase final de construção – Eduardo Rodriguez tem participação em um edifício inteiro da Vitacon. Para o paulistano, este modelo de investimento é interessante pelo volume de apartamentos que um único prédio coloca na plataforma da Housi.

A ideia da startup, para acelerar o crescimento, é ampliar a oportunidade para esta linha de investimento, que prioriza o volume de novos imóveis na plataforma digital.  O período de reservas está aberto até o dia 16 de dezembro e permite investimentos a partir de R$ 1 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *