Mercado

Procura-se profissionais qualificados

profissionais

Neste ano a construção civil teve o maior resultado em 08 anos na geração de empregos, mas já há alguns meses a CBIC  vem demonstrando uma preocupação com um dos gargalos do setor: a falta de mão de obra especializada. Pesquisa realizada pela entidade aponta que 59,81% das empresas disseram que falta treinamento do profissional para contratação, enquanto 56,07% responderam que já sentiam falta de profissionais para a mão de obra demandada. E 28,97% das empresas disseram que o valor da remuneração pedida pela mão de obra estava muito alto.

Uma outra pesquisa do setor mostra que 77% das construtoras estão com dificuldades para contratar profissionais qualificados. Os profissionais mais difíceis de serem encontrados são: mestres de obras, carpinteiros, pedreiros e serralheiros, além destes, também se destacam os profissionais de gestão de obra — mais de 65% das empresas dizem que está muito difícil empregar mestres de obras. Já os encarregados, que também fazem gestão da construção, são apontados por 48,04% das empresas.

Entre outros profissionais qualificados, 55% das empresas alegaram muita dificuldade na contratação de carpinteiros. Na sequência, o pedreiro aparece com 46% das menções. Por outro lado, não há grande dificuldade em contratar mão de obra não qualificada. Apenas 14,85% das empresas consultadas disseram ser muito difícil empregar meio-oficiais, e 62,5% afirmaram ser pouco difícil contratar serventes de pedreiro.

Apesar do treinamento ser um elemento que valoriza a mão de obra, as empresas não demonstram dificuldade para contratar engenheiros — somente 24,24% responderam ser muito difícil contratar esse tipo de profissional.

E qual a solução?

Para muitas empresas a questão do treinamento ainda é um paradigma a ser quebrado, uma vez que elas entendem que ao qualificar os jovens profissionais, muitos preferem buscar a informalidade em busca de melhores ganhos.

Nem todas pensam assim e algumas construtoras estão fazendo a lição de casa, criando oportunidade de desenvolvimento para todos os profissionais dentro dos próprios canteiros, criando mentorias para novos profissionais.

A melhor solução, no entanto, é qualificar toda a cadeia, abrindo oportunidade para que os autônomos também possam estar habilitados a ocupar estas posições, tornando as atividades de treinamento e reciclagem mais próximas da realidade destes profissionais com programas mais adequados ao perfil dos profissionais.

3 Respostas

  1. Me chamo Alberto Maciel de Araújo tenho 44 anos solteiro busco oportunidade de trabalho no ramo de construção civil tenho boas abilidades no ramo de manutenção predial mel perfil é muito bom abilidade com hidráulica elétrica pintura pedreiro marcineiro etc..

  2. Boa noite! Sou instalador e especialista em pisos laminados e vinilico e procuro oportunidade no Canadá .
    Meu instagran profissional com todos os meus trabalhos se chama Santiago Laminados e vinilicos.

    Grato

    MARCIEL SILVA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.