Mercado

No Ceará construção civil estuda primeira fase de reabertura da economia, afirma Sinduscon

Governador Camilo Santana revelou que o planejamento de retomada das atividades deve ser concluído até o final do mês.

O setor da construção civil deve estar na primeira fase do plano de reabertura da atividade econômica no Ceará, afirmou nesta semana o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Ceará (Sinduscon-CE), Patriolino Dias.

Dias afirma que o assunto foi discutido com o governo do estado durante reunião do grupo de trabalho que estuda o retorno das atividades. Segundo o secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior, o projeto inicial foi apresentado nesta terça-feira ao governador. No entanto, ainda não há data prevista para implementação.

O presidente do Sinduscon-CE afirma que 40% do setor estaria autorizado a operar em um primeiro momento de retomada. “Ainda não sabemos se seriam 40% das obras ou 40% de cada obra. Eles ainda estão regulamentando isso”, detalha Dias.

Petrolino Dias, presidente do Sinduscon – CE. Créditos: Divulgação.

Um dos motivos que explicam a prioridade no retorno das atividades é o baixo risco de contaminação do setor, segundo o presidente do Sinduscon-CE. “Nossos canteiros são abertos, arejados, não temos aglomeração, não atendemos o público em geral, e vamos seguir um protocolo seguro na parte sanitária”, destaca Dias.

Juntamente com as obras, todas as atividades que formam a cadeia da construção civil poderão retornar também nesta primeira fase. O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), Maurício Filizola, revela como está sendo planejada a reabertura.

“O retorno se dará por cadeia produtiva. No caso da construção civil, voltam as obras, as lojas de construção e relacionados. Dessa forma, teremos setores do comércio beneficiados logo na primeira fase”, detalha.

Retomada da economia

Chefe da Casa Civil, Élcio Batista. Créditos: Divulgação.

 Conforme já havia revelado o chefe da Casa Civil, Élcio Batista, o plano de reabertura da atividade econômica terá quatro fases e deverá durar pelo menos 56 dias. No entanto, o projeto só terá início quando os índices de contaminação, internação e óbitos provocados pelo novo coronavírus diminuírem.

Fonte: G1 CE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.