Negócios

Modularis inaugura seu MGuest House

Modularis

Uma das grandes dificuldades para a construção modular é sua tangibilidade. Como não é algo tão comum como na Europa, Ásia ou Estados Unidos, a Modularis Offsite Building criou uma solução.

A empresa a construiu seu protótipo MGuest House. Inédito no Brasil, o projeto recria, com riqueza de detalhes, todas as peculiaridades de um empreendimento vertical construído no sistema modular. 

A ideia é que a instalação seja uma inspiração para investidores, estudantes e profissionais do segmento que poderão, conhecer de forma mais abrangente as etapas, processos e vantagens do sistema offsite, além do conforto superior de se viver dentro de um quarto construído com essa tecnologia.

O MGuest House é um show home que espelha todos os detalhes de um processo que vem conquistando o mundo, por sua velocidade, sustentabilidade e tecnologia embarcada. Segundo estudos da Terracotta Ventures, no Brasil, esse segmento movimenta hoje perto de R$ 300 milhões e deve alcançar a marca de R$ 6 bilhões em poucos anos. O estudo aponta ainda o Brasil como um ambiente bastante favorável à expansão desse modelo, ao lado de China e Japão.

Desenvolvido a partir de uma parceria estratégia com diversas empresas líderes na cadeia de construção, entre elas a Atrio Hotel Management e a Xtay o projeto pretende se tornar referência e um divisor de águas no desenvolvimento da indústria hoteleira e de short-term rental no Brasil. “A parceria com a Modularis é muito estratégia para a Xtay, uma vez que a empresa trouxe para o Brasil uma tecnologia inovadora e já conhecida em todo o mundo.

Nosso plano de desenvolvimento para curto, médio e longo prazos prevê nossa expansão para várias cidades do País e os ganhos em termos de manutenção, sustentabilidade e tempo de construção nos permitirão ganhar velocidade para atingir 4.000 apartamentos até o final deste ano”, diz Beto Caputo, diretor-presidente da Atrio Hotel Management e da Xtay, um dos parceiros do projeto.

 Modularis
Crédito: Divulgação

Construção ágil e limpa

Apoiada em mais de dez anos de experiência com a construção modular, atendendo uma centena de clientes e mais de 50 mil metros quadrados entregues, a Modularis Offsite Building busca consolidar sua liderança no segmento residencial no Brasil.

“O MGuest House  foi todo concebido no sistema BIM(Building InformationModeling), o que também garante precisão e previsibilidade na execução dos projetos. O resultado pode ser visto em nossas instalações em Itupeva, SP. O investidor pode entrar, sentir o conforto e até dormir sem perceber que se trata de um prédio totalmente construído em 40 dias em ambiente controlado e fora do canteiro de obras”, conta Paulo Salvador, CEO da Modularis Offsite Building.

 O pipeline residencial da Modularis Offsite Building para este ano inclui a construção do primeiro prédio residencial Modular do Brasil em Moema – SP ,  desenvolvimento de estudos para a construção do Hotel B&B no Centro de Exposições Don Pedro em Campinas entre outros. “Com o MGuest  House,  vamos despertar ainda mais interesse e acelerar ainda mais esse pipeline de mais de 200 milhões de reais que temos em carteira para os próximos anos”, acrescenta Salvador.

Segmento exige alinhamento da cadeia produtiva

A eficiência desse sistema não é fruto do acaso. Para suportar esse sistema, que já tem atuação consolidada em outros países da Europa e Ásia, a cadeia produtiva também veio se adequando e desenvolvendo novos materiais e tecnologias. Fabricado em ambiente controlado, sem desperdício de materiais, esse formato permite menor custo e prazo, com zero retrabalho. As peças, pré-fabricadas seguem para montagem em seu destino final.  “No offsite, toda parte de projeto e acompanhamento técnico exige muita precisão. Uma vez construídos os módulos, tudo precisa se conectar perfeitamente – hidráulica, elétrica, estrutura. É uma orquestra”, explica Thomas Michaelis, arquiteto e responsável pelo projeto arquitetônico do MGuest  House.

Brasil Viável – Construção Industrializada

A Modularis é uma das empresas que apoiam a iniciativa do movimento Brasil Viável na busca de soluções para viabilizar o crescimento deste mercado e trazer soluções para os gargalos que ainda existem. Lançado no ano passado o movimento conta com apoio de uma centena de empresas que acreditam que a Construção Modular é a melhor resposta para reduzir o déficit habitacional do país, bem como ter uma tecnologia já reconhecida no mercado mundial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.