Mercado

Infraestrutura teve mais de R$ 1 tri em investimentos no 2º trimestre do ano

Pesquisa da Rede de Obras aponta que metade do valor total de investimentos foi destinado a obras do setor de energia.

Um levantamento realizado pela plataforma Rede de Obras revelou que, no segundo trimestre de 2020, foram investidos mais de R$ 1 trilhão em empreendimentos de infraestrutura no Brasil. Deste montante, 56,60% teve origem na iniciativa privada e 43,31% no Poder Público.

A pesquisa aponta que, cerca de metade do valor total de investimento, foi destinado a obras do setor de energia (R$ 513 bilhões). O destaque fica por conta das hidrelétricas, que receberam R$ 134 bilhões, seguidas das usinas eólicas (R$ 118 bilhões) e das usinas nucleares (R$ 97 bilhões).

O setor de logística, por sua vez, foi o segundo com maior valor de investimento, totalizando aproximadamente R$ 291 bilhões. Deste total, R$ 143 bilhões foram aplicados em obras ferroviárias – segmento que, isoladamente, liderou os investimentos no período. Outros R$ 73 bilhões foram aplicados em rodovias, R$ 56 bilhões em portos e R$ 19 bilhões em aeroportos.

Fases das obras

Com relação às fases dos empreendimentos, o levantamento apurou que, do total de investimentos em infraestrutura no segundo trimestre do ano, R$ 340 bilhões foram voltados às obras em fase de projeto, enquanto R$ 337 bilhões são de obras ainda em estudo. O restante dos valores foi investido em obras em andamento (R$ 171 bilhões) e paralisadas R$ 192 bilhões.

A pesquisa revela, ainda, resultados positivos referentes ao andamento das obras. No segundo trimestre de 2020, o número de empreendimentos paralisados no País teve redução de 15,41% em relação ao mesmo trimestre do ano passado, passando de R$ 227 bilhões para R$ 192 bilhões.

Obras por região

Complexo de Vamcruz, na Serra do Mel, também no Rio Grande do Norte. Créditos: AFP/ Yasuyoshi Chiba.

Na análise por regiões, o levantamento apurou que a maior parte dos investimentos em infraestrutura, no período de abril a junho de 2020, foram destinados ao Sudeste do País – R$ 319 bilhões para a execução de 790 obras. A média é de R$ 403 milhões para cada empreendimento.

Em segundo lugar está a região Nordeste, que recebeu o valor de R$ 311 bilhões para aplicação em 541 obras (média de R$ 574 milhões de reais por obra), seguida da região Sul, com investimento de R$ 139 bilhões para a realização de 684 obras – aproximadamente R$ 203 milhões investidos por obra.

Os Estados com maior investimento no setor de infraestrutura são: São Paulo (R$151 bilhões), Pernambuco (R$ 99 bilhões) e Minas Gerais (R$ 91 bilhões).

Fonte: Rede de Obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.