Negócios

Imersão em realidade virtual substitui visitas a decorados em tempos de isolamento social

Empresa paulistana desenvolve plataforma de Realidade Virtual para Web Conferências que insere o corretor dentro do imóvel decorado para receber visitas de interessados.

A necessidade de isolamento social, devido à pandemia da Covid-19, fez muitas empresas criarem planos de ação para alocarem as suas equipes em home office, com o máximo de eficiência possível. E esses esforços parecem ter dado certo, a ponto de muitas já indicarem que querem manter essa forma de trabalho até mesmo depois do término da pandemia. Mas nem tudo pode ser feito de forma remota. Um exemplo são as visitas a imóveis decorados, uma parte importante para o fechamento de negócios, sejam eles compras ou vendas. Mas, felizmente, temos a tecnologia para nos ajudar com esse tipo de impasse.

A empresa paulistana Agência Casa Mais, pioneira em Realidade Virtual, desenvolveu o REUNI, uma plataforma que consiste na criação de ambientes virtuais para a realização de reuniões, conferências, aulas, treinamentos e, até mesmo, visita à imóveis decorados, entre outras possibilidades. Basicamente, o projeto começa na criação do ambiente, que pode ser em 3D ou montado a partir de fotos ou vídeos em 360°, que podem, inclusive, ser feitas pela equipe da agência. Depois disso, são inseridas as ferramentas que viabilizam os resultados esperados.

Segundo Fabio Costa, CEO da Agência Casa Mais, o sistema foi desenvolvido com foco na utilização fácil, já que nem sempre as pessoas que vão utilizar têm conhecimento sobre tecnologia: “Para isso, desenvolvemos uma plataforma intuitiva e de fácil navegação, na qual todos os usuários ficam totalmente imersos em um ambiente de Realidade Virtual”, explica.

Na prática

Créditos: Canal Agência Casa Mais.

As fotos em 360° não são uma novidade no mercado imobiliário. Contudo, a proposta da plataforma tem o objetivo de economizar tempo de todos os envolvidos, mas proporcionando o mesmo resultado de uma visita real.

O projeto de virtualização de um imóvel decorado para visitação pode ser montado em 3D ou com o uso de uma foto em 360°. No primeiro caso, o corretor ou o profissional de real estate pode personalizar o ambiente, mudando a cor das paredes, o piso e, até mesmo, escolher e movimentar os móveis por todo o decorado. Já no modelo de fotos 360°, a visita acontece “dentro” da foto real, com a possibilidade de inserção de pop-ups para a disponibilização de informações que podem ir desde as metragens do imóvel até detalhes sobre os materiais utilizados, as áreas de uso comum, entre tantas outras. É possível, ainda, utilizar telas virtuais dentro do ambiente, para passar uma apresentação do imóvel, vídeos ou fotos das áreas de lazer do prédio, por exemplo.

Durante a apresentação, o visitante pode conversar com os colaboradores em tempo real. Créditos: Canal Agência Casa Mais.

O processo para a criação do decorado virtual é simples. Juntamente com o corretor, a equipe REUNI cria o projeto em 3D ou em 360°, já inserindo fotos, apresentações e vídeos que ele precisa para mostrar corretamente o local. Nesta fase, são criados, também, os pop-ups do modelo em 360°. Depois, o projeto é testado e instalado em um óculos de Realidade Virtual. Ao mesmo tempo, é criado um arquivo para instalação em Mac ou PC, a ser utilizado pelos visitantes, além de um link de acesso para quem não quiser fazer a instalação.

Feito isso, os óculos VR são enviados para o corretor, já prontos para uso, e o link para o download do arquivo de instalação ou o link de acesso do site é enviado, por e-mail, para os visitantes. Por fim, o visitante precisa apenas instalar o programa (ou abrir o link), colocar o seu nome e escolher uma cor para o seu avatar 3D.

O corretor, por sua vez, coloca os óculos e consegue, por meio de ferramentas de Realidade Virtual, receber os visitantes como se estivesse mesmo no local, podendo interagir com eles e com o ambiente. Como alternativa, ele pode entrar na sala sem os óculos de realidade virtual. Obviamente, a experiência de imersão não é a mesma, mas ele ainda consegue controlar os elementos e comandar a apresentação do imóvel. Essa opção é interessante, inclusive, no caso de mais corretores em uma mesma visita, sendo que um deles pode estar com os óculos e os outros não.

Funcionalidades e ferramentas

Óculos de realidade virtual. Créditos: Agência Casa Mais.

A plataforma foi desenvolvida para proporcionar imersão tanto para o corretor quanto para os visitantes, que podem, inclusive, fazer visitas em grupo. Para isso, algumas ferramentas e funcionalidades dão conta de fazer com que a experiência seja mais real e, claro, possibilite os resultados esperados.

A visão em 360° é um dos grandes destaques: enquanto o corretor pode olhar ao seu redor para visualizar não somente o imóvel, mas também os visitantes que estão representados pelos seus avatares, os visitantes podem fazer o mesmo utilizando o mouse. E, para que essa experiência seja ainda mais real, a plataforma conta com um sistema de áudio 3D, que permite que os participantes entendam de qual direção as vozes estão vindo, assim como acontece, por exemplo, com o áudio de um vídeo que pode ser rodado diretamente no ambiente virtual.

Além do áudio 3D e da visualização em 360°, os usuários podem utilizar um sistema de chat em texto (que, inclusive, emite um alerta para o corretor, para que ele leia e mensagem) e um bloco de notas virtual, que fica salvo em uma pasta no mesmo computador utilizado para a visita virtual. Se for preciso fazer análises mais detalhadas do imóvel posteriormente, é possível que os visitantes gravem toda a visita em um arquivo de vídeo, com áudio, que também é salvo no mesmo computador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.