Negócios

Firjan SESI lança programa de teste molecular de coronavírus para trabalhadores da indústria do Rio

Haverá a capacidade de analisar até 2.248 testes por dia, com resultados em 24 horas. Exames serão oferecidos gratuitamente para pequenas empresas.

A Firjan, através da Firjan SESI, lançou o programa Testes Covid-19 para todos os trabalhadores da indústria fluminense. O objetivo é promover testes em massa nos funcionários para agilizar o diagnóstico de doença, protegê-los e, assim, contribuir para evitar a propagação do coronavírus no estado do Rio. A iniciativa terá capacidade de processar até 2.248 testes por dia e entregar os resultados em 24 horas. 

Presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, destaca ser necessária a união de todos para combater o coronavírus. “Neste momento difícil, que o mundo todo está enfrentando, precisamos nos unir. É uma obrigação moral ajudar a sociedade no combate à Covid-19. Com essa iniciativa, os industriais do Rio, por meio da Firjan, garantem a proteção dos trabalhadores e ajudam as empresas fluminenses a retomarem suas atividades em segurança”, afirma o presidente da Firjan. 

Os testes serão oferecidos gratuitamente pela Firjan SESI para pequenas indústrias, e a preço de custo para as grandes. O objetivo é facilitar o acesso aos testes a todos os 556 mil trabalhadores das indústrias fluminenses. O programa começa em abril e deve ser estender até setembro e será executado pelo Centro de Inovação SESI Higiene Ocupacional (CIS HO) em parceria com a UFRJ. 

A primeira leva será oferecida para indústrias que possuem ambulatórios da Firjan SESI em suas unidades e para funcionários de Saúde da Firjan SESI, que atuam na linha de frente do programa fazendo as coletas do material para as análises. A prioridade nas coletas começará pela cidade do Rio de Janeiro, onde há mais casos de Covid-19, seguindo depois para a Região Metropolitana e, por fim, por todo o estado. 

Metodologia recomendada pela OMS

A metodologia usada será com coleta de secreções do nariz e garganta com o auxílio de hastes flexíveis. Créditos: Divulgação.

O Centro de Inovação SESI Higiene Ocupacional, localizado no Maracanã, fará a análise das amostras em conjunto com a UFRJ.

Pesquisador chefe do Centro de Inovação SESI Higiene Ocupacional, Antonio Augusto Fidalgo Neto destaca que a metodologia usada é recomendada pelo Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos e Organização Mundial da Saúde (OMS) e se baseia na detecção do material genético do vírus. “Esta metodologia apresenta acurácia maior que 99% e pode detectar a presença do vírus antes do surgimento dos sintomas da Covid-19″, acrescenta Antonio Fidalgo.

O laboratório do CIS HO já está equipado para o início das análises e os primeiros lotes de kits dos testes chegam a partir da próxima semana. As empresas interessadas em aplicar os testes em seus funcionários podem obter informações ou se inscrever através do e-mail faleconosco@firjan.com.br.

Fonte: Site Anicer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *