Negócios

Em tempos de COVID-19 imobiliárias apostam em atendimento virtual

A capital paulista, além de ser a maior cidade do país, aparece como um município forte no setor de compra, venda e locação de imóveis.

 

Para enfrentar a pandemia de coronavírus, administradoras e imobiliárias de São Paulo reinventaram suas abordagens com o cliente. A ideia é manter o atendimento aos inquilinos e estreitar o interesse da comprar ou locação de um imóvel com direito a visitas sem precisar sair de casa.

Segundo pesquisa realizada pelo departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), em janeiro deste ano a região comercializou aproximadamente, 2.315 unidades residenciais novas na cidade de São Paulo. O resultado foi 60,1% inferior a dezembro de 2019 (5.805 unidades), mas superou em 42,7% as vendas de janeiro de 2019 (1.622 unidades).

No acumulado de 12 meses (fevereiro de 2019 a janeiro de 2020), as 45.428 unidades comercializadas representaram um aumento de 52,1% em relação ao período anterior de fevereiro de 2018 a janeiro 2019, quando 29.859 unidades foram negociadas.

O atendimento online oferece vantagens às empresas, além de ser uma realidade do mundo digital, é a saída mais segura para o momento. Porém, a inserção desse serviço, não é tão simples, pois quem faz essa escolha também precisam prestar todo suporte necessário e ter boas práticas para executar um trabalho de qualidade.

Oferecer opções de canais, ter uma boa comunicação e usar ferramentas eficientes são alguns dos requisitos principais.

 

Visitas com corretor via Skype

A empresa atualizou seu site e mantém atendimento virtual em tempo estendido. Créditos: Divulgação.

 

           

  A administradora e imobiliária Lello, cancelou visitas presenciais às unidades, sejam residenciais ou comerciais. O principal objetivo foi evitar o contato interpessoal entre proprietários, interessados em comprar casas e apartamentos e corretores de imóveis.

A empresa optou pela produção de vídeos feitos pelos próprios donos do imóvel, mostrando as diferentes áreas (sala, dormitórios, cozinha, varanda, áreas comuns do condomínio). As imagens são repassadas por whatsapp para os corretores, para serem enviados aos clientes.

            A Lello já colocou uma mensagem em seu site sobre o novo sistema de visitas virtuais: “Queremos você mais perto do seu novo imóvel. Faça sua escolha, agende uma data e entraremos em contato para combinar com você uma visita virtual”, diz o comunicado.

            “Passamos por um momento difícil e todos devemos nos atentar às medidas de prevenção e isolamento que podem ajudar a conter a transmissão do Covid-19 em São Paulo e em todo o Brasil. Por isso adotamos a visita virtual como forma de resguardar nossos clientes e corretores autônomos”, afirma Igor Freire, diretor de Vendas da Lello Imóveis. A empresa possui um cadastro de 15 mil imóveis disponíveis para venda.

 

Portal atualizado

Créditos: Divulgação.

Para dar continuidade às operações durante o período de quarentena, a Cyrela deixou um comunicado no site oficial da empresa que segue com suas operações normalmente. O objetivo é auxiliar os clientes em dúvidas e serviços administrativos e agilizar os serviços de visitação aos imóveis.

“Estamos atendendo em todos os canais Cyrela (telefônico e digital). Além disso, dentro de nosso Portal do Cliente temos disponíveis diversos serviços que funcionam por meio de um sistema de inteligência artificial, como segunda via de boleto, extrato de pagamentos/ posição financeira, fotos de obras, documentos, Informe de rendimentos, entre outros.

O comércio virtual cresce a cada dia e as exigências dos consumidores estão muito maiores. A comunicação estabelecida entre o cliente e a empresa por meio da internet pode ser o principal ponto entre a fidelização e o destaque perante a concorrência.

 

As vantagens do virtual

Empresas optaram por visitas virtuais e reuniões através de vídeo conferências. Créditos: divulgação.

 

O atendimento online permite duas espécies de economia. A primeira diz respeito ao tempo de atendimento, já que as demandas podem ser tratadas simultaneamente e por profissionais que desenvolvem mais de uma tarefa, como o monitoramento das mídias sociais.

O segundo modelo de economia relaciona-se aos recursos financeiros, visto que o chat online é uma ferramenta mais barata do que o telefone. A comunicação por meio do chat online é veloz e prática. O cliente coloca em poucas palavras a sua solicitação e envia para o profissional responsável pelo atendimento.

O funcionário consegue atender mais de um consumidor ao mesmo tempo. Como o atendimento online é organizado em janelas diferentes, ele vai respondendo cada cliente conforme as solicitações feitas.

Sendo assim, além de um bom sistema de gestão, você precisa de uma equipe preparada para utilizar esses mecanismos. É muito importante contar com uma empresa que dê todo o suporte necessário para a melhor performance de sua empresa em realizar o atendimento online, inclusive fornecendo dados que podem ser usados pelo seu time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.