Enjoy

Dica de Viagem: ALTER DO CHÃO

Alter do Chão

Muitas vezes ouvimos que o brasileiro não conhece o Brasil. É fácil entender considerando o nosso tamanho geográfico muitas vezes é impossível conhecer todas as belezas naturais deste país. Por isso sempre é bom descobrirmos dicas que podem nos ajudar em uma próxima escolha e no momento um dos destinos mais procurados é Alter do Chão.

Distante 37 km de Santarém, o pequeno vilarejo conhecido como Caribe Amazônico, conquistou esta semana um prêmio como melhor destino de natureza do Brasil. Não é de hoje o reconhecimento pelo local. Em 2009 o jornal inglês “The Guardian” já denominava a região como a praia de água doce mais bonita do Brasil.

Requisitos não faltam, afinal o vilarejo de 6000 habitantes tem praias paradisíacas, com trilhas diferenciadas. Se prepare para ter milhões de registros porque Alter é instagramável.

Alter do Chão
Crédito: Divulgação

O ideal é que você fique de 07 a 10 dias que serão dedicados a passeios que levam a praias, rios, lagoas, florestas, comunidades ribeirinhas, igapós, igarapés e canais que são a síntese da beleza da região. O ideal, ao embarcar para Alter, é conhecer um pouquinho de cada paisagem.

A melhor época para ver as famosas praias banhadas pelo Rio Tapajós de água azul-esverdeada é o chamado verão amazônico, temporada de vazante que vai de agosto a dezembro.

Agora, se você busca um programa de ecoturismo, com passeios de barco em meio à floresta encantada, ouvir o canto dos pássaros e conhecer a produção de artesanato e derivados da mandioca na região do Eixo Forte, onde fica localiza a vila de Alter do Chão, o mais recomendado é viajar no inverno amazônico, temporada de chuvas de janeiro a julho.

Alter do Chão
Crédito: Divulgação

Uma dica é realizar os passeios de barco e quanto mais pessoas estiverem com você, melhor! Os barqueiros podem indicar sempre os melhores destinos, mas não perca o pôr do sol na Ponta do Cururu, inexplicável define!

Dicas:

  • Para chegar a Alter do Chão pegue um voo para Santarém.
  • A maioria das pousadas possuem serviço de transfer do Aeroporto para a região ou indicam os motoristas e o trajeto é bem curto em estrada asfaltada pela PA-457.
  • Os restaurantes locais servem a culinária típica paraense e muitos peixes assados na brasa.
  • Se tiver oportunidade, participe de uma PIRACAIA: típico luau montado na praia onde o prato principal é o peixe assado da forma mais tradicional, o verdadeiro churrasco caboclo.

Gostou das dicas? Só para lembrar temos 04 feriados antes do Natal. Boa Viagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.