Mercado

Construção Civil na luta por suas pautas.

Construção Civil

A CBIC – Câmara Brasileira da Construção Civil se reuniu hoje com Marcelo Ramos (PL-AM), vice-presidente da Câmara dos Deputados em uma reunião virtual.

O principal tema da reunião foi a entrega ao deputado federal de um documento com temas considerados prioritários para o setor, incluindo propostas para mitigar os efeitos da crise provocada pelo aumento do preço dos insumos.

A indústria da construção fechou 2020 com um crescimento de 9,8% nas vendas de imóveis e iniciou 2021 otimista. De acordo com projeções realizadas pela CBIC, o setor poderia incrementar 4% em seu PIB este ano, impulsionado por fatores como baixo patamar da taxa de juros, incremento do financiamento imobiliário e aumento nas vendas de apartamentos novos.

Em março, porém, ainda persistem os mesmos desafios observados no final de 2020, decorrentes do aumento dos preços e do desabastecimento. De acordo com índice calculado pela FGV, o custo com materiais de construção aumentou 25,05% em 12 meses. É a maior alta registrada desde 2003.

Construção Civil
Crédito: Divulgação

Especialistas mostram que o setor da construção civil deve continuar aquecendo em 2021 e pode gerar mais 200 mil empregos neste ano.

Para relembrar, no final do ano passado, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a última Pesquisa Nacional Contínua por Amostra de Domicílios – PNAD, que registrou o crescimento ocupacional de quatro atividades em 10 categorias de atividades, sendo a principal a construção civil, com a maior alta de 10,7 %.

O Cadastro Geral de Emprego e Desemprego – Caged, que avalia apenas empregos com carteira assinada, também aponta que a indústria da construção civil é o setor com mais vagas de janeiro de 2020 a novembro de 2020: 157.881 mil. Um aumento de 34,6% em relação ao mesmo período de 2019.

Fundamental que neste momento que estamos vivendo a Indústria da Construção Civil trabalhe de forma integrada a fim de lutar por suas pautas.

Vamos acompanhar e torcer por boas novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.