Negócios

Busca por serviço de marmoraria e granito cresce 29%

Pesquisa feita pelo GetNinjas revela que demandas como a instalação de eletrônicos e contratação de decoradores também aumentaram.

Redes sociais e programas televisivos de reformas fizeram com que as pessoas tivessem mais contato com o universo da decoração. Consequentemente, a popularização de ideias como o de “conceito aberto” e “ilhas” na cozinha fez com que muitos pensassem em reformar suas casas. Com o tempo livre devido ao isolamento social foi possível tirar tais projetos do papel. A vontade de renovar os cômodos fez com que a demanda por serviços como marmoraria e granito crescessem 29% entre os dias 19 à 25 de abril, segundo relatório feito pelo GetNinjas, maior aplicativo para contratação de serviços da América Latina, que monitora os impactos da Covid-19 no setor de serviços autônomos. Durante o mesmo período, o levantamento mostra que a busca pela instalação de eletrônicos cresceu 21%, e a procura por decoradores, 18%.

Além disso, outros profissionais também contabilizaram uma demanda crescente, tais como: vidraceiro, que somou um acréscimo de 13%; tapeceiro, que cresceu 8%, e apesar de ser outono, as buscas por reparos em piscinas aumentaram 2%.

Panorama da demanda por serviços em março

Com o período da quarentena houve o aumento das reformas residenciais. Créditos: Divulgação.

A categoria de “Reformas e Reparos” foi uma das mais afetadas em março, quando a pesquisa começou a ser feita. Ao levar em consideração todos os serviços que englobam esta categoria, a queda no número de solicitações chegou a 51% entre os dias 22 a 28 de março. Porém, a partir de então, as buscas cresceram. “Ao passar mais tempo em casa por conta da quarentena, as pessoas passam a observar melhor os detalhes que podem ou precisam ser melhorados em casa. Porém, para manter a segurança que esse momento requer, os consumidores optaram pela praticidade das contratações online, como é o caso de diversos serviços que vêm sendo oferecidos pelos profissionais que atuam com o app”, analisa Eduardo L’Hotellier, fundador e CEO da empresa de pesquisas.

Fonte: GetNinjas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.